Prefeitura de Maracajá inicia revisão do Plano Diretor Participativo  

Prefeitura de Maracajá inicia revisão do Plano Diretor Participativo  
Ouvir notícia
Download

 
Crescer de forma organizada é o objetivo de toda cidade. Por isso, a Administração Municipal de Maracajá deu início a revisão do Plano Diretor Participativo. A primeira oficina para discutir as diretrizes para o desenvolvimento do município para os próximos anos acontece nesta quarta-feira, dia 22/09, às 19h, no Centro Comunitário da Garajuva, onde reunirá moradores das comunidades de Cedro e Garajuva.
O principal objetivo do Plano Diretor é garantir a melhoria da qualidade de vida da população. A Revisão do Plano Diretor tem a incumbência de pensar na cidade em esfera municipal e regional. "Nesta primeira fase a participação da sociedade civil é muito importante, pois por meio das oficinas vamos apresentar e discutir o que é o Plano Diretor, qual o contexto administrativo em que se insere, a sua composição e os instrumentos urbanísticos existentes para que possamos construir a cidade que queremos", explica a secretária de Administração e Finanças, Edilane Rocha Nicoleite.
O prefeito Anibal Brambila salienta a importância da participação da população nas oficinas, que serão realizadas pela Administração com o apoio técnico da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) e do Parque Científico e Tecnológico (Iparque). "Estamos em um momento importante, pois as definições realizadas nestes encontros irão guiar nossa cidade pelos próximos 10 anos. A última atualização do nosso Plano Diretor foi em 2015 e será através dele que vamos trabalhar a infraestrutura, mobilidade urbana, economia, entre outros fatores que regem nosso município", disse. 
OFICINAS PARTICIPATIVAS
Conforme a equipe técnica da Unesc, nas oficinas públicas é feita a apresentação da realidade municipal, em todos os seus aspectos, como o aumento populacional, usos, zonas e infraestrutura com o intuito de ouvir a comunidade, coletando dados sobre as necessidades e potencialidades regionais, através da setorização por bairros.
Após realizar e ouvir os moradores, é realizada Audiência Pública Final para apresentar a proposta do projeto de lei elaborado de acordo com as leituras técnica e comunitária através das contribuições das consultas públicas, e em conformidade com o planejamento estratégico do município.
CRONOGRAMA
Os Grupos Executivo (GE) e Técnico Intersetorial que estão à frente da revisão do Plano Diretor estabeleceram a realização de quatro oficinas participativas. A primeira será nesta quarta-feira, dia 22/09, e abrange os bairros Garajuva e Cedro (Centro Comunitário da Garajuva); dia 27/09 será para os moradores de Sangão Madalena e Espigão da Toca (Centro Comunitário do Espigão da Toca); dia 29/09 vai envolver as comunidades de Espigão Grande, Encruzo do Barro Vermelho e São Cristóvão (Centro Comunitário do Encruzo) e no dia 04/10 será para o Centro, Vila Beatriz e Vila Floresta (Centro de Convivência da Terceira Idade).
Todas as oficinas iniciam às 19h, e as datas pré-definidas podem ser mudadas conforme planejamento da equipe gestora, porém haverá a divulgação por meio das redes sociais e carro de som.