Segurança 19º Batalhão de Polícia Militar encaminha doações para vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul

19º Batalhão de Polícia Militar encaminha doações para vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul

16/05/2024 - 20h23

Em meio aos desafios impostos pelas intensas chuvas que assolaram o Rio Grande do Sul, a solidariedade ganha destaque através da ação social da Polícia Militar de Santa Catarina. Com o intuito de auxiliar as vítimas dos temporais e enchentes que causaram danos em diversas cidades gaúchas, a campanha da PMSC tem mobilizado esforços em todas as unidades do estado.

Nesse cenário de união e apoio mútuo, o 19º Batalhão de Polícia Militar de Araranguá não ficou de fora. No último sábado, 11, a unidade com sede em Araranguá encaminhou para a Defesa Civil expressiva quantidade de donativos, resultado da generosidade e engajamento da comunidade local.

Entre os itens arrecadados, destacam-se 204 litros de água mineral, 188 pares de sapatos, um carrinho de bebê, 20 brinquedos, 40 kg de arroz, 11 cestas básicas, 25 kg de trigo, 132 litros de leite, três colchões, cinco tapetes, 21 toalhas, 43 lençóis, 76 cobertores, 15 travesseiros, além de medicamentos, produtos de higiene pessoal e limpeza, e mais de 400 peças de roupa, tanto para adultos quanto para crianças.

A campanha, porém, nao encerrou o seu ciclo de solidariedade. Os quartéis da Polícia Militar continuam recebendo doações e a população é convidada a participar desse gesto de empatia e apoio aos que mais necessitam. Itens como produtos de higiene pessoal, saúde, limpeza, água, roupas de frio em tamanhos grandes e alimentos de fácil preparação são especialmente bem-vindos.

Em tempos desafiadores, o gesto de doar transcende o material. Representa o cuidado, a compaixão e a esperança em dias melhores. A Polícia Militar de Santa Catarina reafirma seu compromisso com a comunidade e sua missão de servir e proteger, estendendo as mãos para além das fronteiras estaduais, mostrando que, juntos, somos mais fortes.

A solidariedade não tem limites geográficos, e cada contribuição faz a diferença na reconstrução das vidas afetadas pelas adversidades.