Geral Bebê que nasceu prematura recebe alta hospitalar após mais de 3 meses internada no Materno Infantil de Criciúma

Bebê que nasceu prematura recebe alta hospitalar após mais de 3 meses internada no Materno Infantil de Criciúma

07/07/2023 - 16h02

Após 101 dias de internação, desde o seu nascimento, a pequena Agatha Beatriz, teve alta do Hospital Materno-Infantil Santa Catarina (HMISC), de Criciúma, nesta semana. A bebê saiu nos braços da mãe Patrícia Chipinski Fernandes, sob os olhares emocionados do pai Max Adriano Santos da Silva e as lágrimas dos profissionais da UTI Neonatal do HMISC.

Agatha nasceu prematura, com 560 gramas. Mal cabia na palma na mão, lembra a equipe da UTI Neo. No dia da alta já estava com 1,805 gramas. Ganhou peso – e vida. Veio ao mundo com 29 semanas de gestação – quando a média é de 40 semanas, que se completariam somente no dia 4 de junho. Foi uma luta diária e um período de muita mobilização e dedicação dos familiares e da equipe do hospital.

A casa de Agatha nos últimos três meses e 11 dias foi a incubadora. Durante esse período recebia diariamente o papai e a mamãe, e toda a atenção da equipe da UTI. Também ouvia a mãe Patricia dizer: “Filhinha amada! Você é nossa guerreira, você vai vencer”! Além da presença do pai Max, que a visitava todas as noites.

Foram muitas intervenções cirúrgicas e dificuldades durante a internação. Agatha passou por situações que, inevitavelmente, causou dores e choros, mas ela venceu, e todos que estiveram presentes nesses momentos também foram vitoriosos. Na despedida, a mãe e o pai receberam uma carta da equipe da UTI Neo e Agatha foi presenteada com um Certificado de Coragem.

O Hospital Materno-Infantil Santa Catarina é referência para nascimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Criciúma e municípios da região carbonífera. A unidade é administrada pelo IDEAS em parceria com o Governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Saúde.