Geral Chiquinho Homem de Ferro: O super-herói da vida real que leva alegria por onde passa

Chiquinho Homem de Ferro: O super-herói da vida real que leva alegria por onde passa

13/05/2024 - 13h12

Entrevista exclusiva na Rádio Araranguá revela a história inspiradora deste verdadeiro herói
Na última edição do programa 95.5 Entrevista da Rádio Araranguá, o convidado especial foi Francisco Carlos Soares, mais conhecido como Chiquinho Homem de Ferro. Sua presença trouxe à tona uma história extraordinária de dedicação ao próximo, transformando-o em um verdadeiro super-herói da vida real. Nascido em Bragança Paulista, Chiquinho é casado e pai de dois filhos.
“A base de tudo é a família e meus pais sempre nos ensinaram a dividir o pão. Com seis anos de idade já via meu pai e minha mãe tirar alimentos da compra da casa para realizar doações. Com o passar do tempo e eu sempre envolvido com as causas sociais, as ações começaram a crescer. As fantasias de super herói começaram a fazer parte dos nossos eventos e as crianças sempre gostavam muito. Com isso, aderi o super herói para alegrar a criançada e foi um sucesso”, destacou.
Desde jovem, demonstrou iniciativa em eventos da igreja e conquistou admiradores por onde passava. No entanto, foi em 2017 que um presente especial mudou o rumo de sua vida. Recebendo a armadura de seu super-herói favorito das mãos da apresentadora Ana Maria Braga, da Rede Globo, Chiquinho Homem de Ferro nasceu, levando sua mensagem de amor e esperança para todos os cantos do país.
“Estava normalmente na unidade de saúde, onde trabalhava e vi no programa da Ana Maria Braga vários super heróis se apresentarem. Na oportunidade tinha um homem de ferro com a armadura e aquilo me brilhou os olhos. Chegando em casa peguei o notebook e escrevi minha história para o programa pedindo uma armadura. Pouco tempo depois, chegaram na unidade de saúde a equipe do programa e nos fiscalizaram em segredo nossas ações. Após isso, se apresentaram a nós e nos informaram que iriamos receber a armadura. Foi uma alegria muito grande”, ressaltou.
Chiquinho Homem de Ferro é reconhecido por seu coração generoso e sua missão de espalhar alegria e sorrisos por onde passa. Residente do Balneário Arroio do Silva, ele já impactou positivamente a vida de mais de 50 mil crianças em todo o Brasil, além de prestar assistência em ONGs, hospitais e asilos, continuando sua missão de ajudar o próximo.
“Procuro sempre levar para as crianças que ser um super herói é respeitar o pai e a mãe, ser educados, estudar e se tornar um profissional que agregue valo na sociedade. Levamos sempre o amor e a solidariedade ao próximo. Não tem preço ver o sorriso das crianças. Uma ação me chamou atenção, foi quando uma criança de seis anos que estava com câncer maligno, queria muito conhecer o homem de ferro e tinha o sonho de conhecer o estádio do Palmeiras. Quando ele me viu, me abraçou e começou a dizer te amo e que estava muito feliz. Aquilo me marcou, me emocionei muito. Na época, conhecia muitos apresentadores, como o Craque Neto, e relatei o desejo daquela criança e sua situação. Fizemos uma surpresa para a criança e foi um momento muito lindo. Dois meses depois, o menino faleceu”, relembrou.
Em uma ação cotidiana em São Paulo, o Homem de Ferro foi testado. O herói sofreu uma tentativa de assalto, na qual, resultou em um disparo de arma de fogo por parte dos criminosos que atingiu o Francisco.
“Em um determinado momento, eu estava saindo para realizar uma ação social em São Paulo e fui assaltado. Quando olhei, os criminosos encostaram no carro com uma moto e dispararam contra o veículo, onde atingiram meu ombro. Fui ao hospital e logo fui socorrido. Só a fé que ajudou nesse momento. Busco utilizar tudo que acontece em minha vida como um exemplo”, concluiu.
Sua jornada é uma inspiração para todos, lembrando-nos da importância de fazer o bem e de como pequenos gestos podem ter um impacto significativo na vida daqueles ao nosso redor. Chiquinho Homem de Ferro personifica a verdadeira essência do heroísmo, mostrando que, com determinação e bondade, é possível fazer a diferença no mundo.