Agronegócio Cidasc tem programação especial no mês de maio voltada à saúde dos animais de produção e saúde vegetal

Cidasc tem programação especial no mês de maio voltada à saúde dos animais de produção e saúde vegetal

02/05/2024 - 08h45

A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) promoverá uma série de eventos e atividades em todo o estado, dedicados à Promoção da Saúde dos Animais de Produção e dos Vegetais, em conformidade com a Lei Estadual n.º 18.484, de 11 de agosto de 2022. Durante o mês de maio, por meio de seus Departamentos Estaduais e Regionais, a Cidasc oferecerá uma programação diversificada, abordando temas essenciais relacionados à saúde animal, vegetal e à defesa agropecuária.

Dentre os tópicos a serem discutidos, estão a inspeção de produtos de origem animal, os impactos de doenças como a Influência Aviária de Alta Patogenicidade (IAAP), a Peste Suína Clássica (PSC), a Peste Suína Africana (PSA), a Brucelose e a Tuberculose, além de atividades de Defesa Sanitária Vegetal, culminando com um Fórum dedicado à Febre Aftosa. A importância do cadastro agropecuário será outro tema em destaque, com campanha para que os produtores atualizem seus dados, que contará com apoio do Icasa – Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária.

“Celebrar o Mês da Promoção da Sanidade Agropecuária é mais do que compulsório, é reafirmar o compromisso com o bem-estar dos nossos animais, com a sustentabilidade das propriedades rurais e com a segurança alimentar da população”, declarou a presidente da Cidasc, Celles Regina de Matos. “Este é o segundo ano consecutivo que celebramos e atuamos com forte viés educativo e estamos fortalecendo ainda mais os laços entre os profissionais do setor agropecuário, promovendo uma cultura de prevenção, que certamente será compartilhada com toda a comunidade”, enfatiza Celles.

O diretor de Defesa Agropecuária da Cidasc, Diego Torres Severo, ressalta que os bons resultados do Estado em sanidade animal e vegetal tiveram grande participação da companhia. “Temos um trabalho contínuo com fiscalizações, auditorias e atividades desempenhadas a campo pela equipe técnica da Cidasc, que conseguimos comprovar quando recebemos missões internacionais, demonstrando que cumprimos nosso papel de defesa agropecuária. Claro que sem o produtor rural não alcançaríamos este status sanitário, mas trabalhamos integrados – setor público e privado – e esta é uma característica de Santa Catarina que nos permite alavancar nossas exportações”, completa o diretor.

Ao longo do mês, os Departamentos Regionais da Cidasc realizarão uma programação de atividades de educação continuada, incluindo palestras técnicas, manifestações em rádios locais e fóruns, direcionadas a produtores rurais, profissionais das agroindústrias e estudantes das universidades catarinenses.

Já no dia 16 de maio (quinta-feira), haverá o Lançamento do Livro da Defesa Sanitária Vegetal, que ocorrerá no Crea-SC. Este evento complementa a agenda do mês, e oferecerá ainda mais recursos e conhecimentos para os profissionais da área.

Para encerrar a programação, no dia 28 de maio, às 08h, a Cidasc promoverá o Fórum Anual de Febre Aftosa, no auditório da Defesa Civil de Santa Catarina, com transmissão ao vivo pelo YouTube da Cidasc. O evento é voltado para toda a sociedade.

Os interessados em acompanhar a programação do mês da “Saúde dos Animais de Produção e Saúde Vegetal”, podem acessar as redes sociais da Cidasc, para ter acesso à programação gratuita.

Lei Estadual n.º 18.484, de 11 de agosto de 2022

Fica instituído o mês de maio, como aquele dedicado às ações de promoção da saúde dos animais de produção em Santa Catarina, com ênfase na conscientização sobre as Doenças de Notificação Compulsória (DNC).