Segunda-feira, 23 de Julho de 2018

 

(Saulo Machado)

Saulo Machado segunda feira 31 02 2016.

31 de Janeiro de 2016

Saulo Machado segunda feira 01 02 2016.

“Acalme sua alma e alimente seu espírito, pois assim você vai encarar melhor as vicissitudes da vida”.

Recomeçando

Retorno ao trabalho, depois de 30 dias em período de férias. Nos últimos 30 dias, simplesmente não ouvi rádio, não li jornal, me afastei de tudo que poderia me levar a algum tipo de informação, assim foi necessário para desacelerar.

A virada

O final do ano passado e o inicio deste ano, foi espetacular aqui na região sul, em termos de público em nossas praias, especialmente no balneário Arroio do Silva. Com uma estrutura invejável, depois da inauguração da praça central, e com uma programação definida com competência e a devida antecedência e divulgação, não foi surpresa a verdadeira invasão de turistas. Praticamente ninguém se preocupou com a crise e até casas que dificilmente eram alugadas acabaram sendo ocupadas, também com a presença de argentinos, uruguaios e paraguaios.

Até o carnaval

Na verdade, muitos ainda vão esticar até o carnaval, que no Arroio, se firma, cada vez mais, como o melhor do sul do estado, o que é bom para a nossa região sul tão empobrecida.

Negativo

Mas, como nem tudo são flores, correu nas redes sociais uma brincadeira de mau gosto sobre o carnaval do Arroio. A brincadeira denigre a imagem do carnaval fazendo a apologia de que é mais violento do que bonito ou divertido, o que não é verdade. O pior, é que muitos desavisados repassaram a tal brincadeira, que bem poderia dizer ao contrário. Poderia falar de nossas duas escolas de samba, de nossos blocos que desfilam e levam a alegria, enfim, salientar o que de bom existe, e existe mesmo, no carnaarroio. Ao contrário, a brincadeira de mau gosto, preferiu enaltecer aquela meia dúzia que sai de casa somente para brigar e provocar desordem. Estes, deveriam ser banidos do seio da sociedade e jamais receber o destaque a eles dispensado.

A política

Mas na medida em que o tempo vai passando, os partidos políticos se movimentam no sentido de alinhar seus candidatos a prefeitura e a câmara de vereadores. Após o carnaval, certamente os contatos vão começar a ficar mais intensos e os bastidores, mais nervosos. A eleição municipal deste ano, deve apresentar mudanças substanciais em relação ao que estávamos acostumados. PP e PMDB e logo atrás o PT, sempre foram os maiores partidos da cidade, o que já não é mais tão verdade assim. Os que eram pequenos, já não são tão pequenos assim e, mais do que nunca, serão o fiel da balança.

Apostando

Atento para este detalhe, o prefeito Sandro Maciel, vem apostando suas fichas nestes partidos. Articulou durante o ano passado a saída de filiados do PP e do PMDB, levando para partidos de sua base de sustentação. A tática é enfraquecer os dois maiores, fortalecendo assim, os considerados menores, com lideranças com densidade eleitoral. Na conta, mesmo que não consiga apoio de PP ou de PMDB, o que é pouco provável, enfraquecer o adversário é sem dúvidas um bom caminho. E ainda tem gente achando que Sandro não será candidato a reeleição. Nas contas do PT ele reverte a rejeição das contas de 2014 na câmara e não ficará inelegível. Por incrível que possa parecer, a sua administração pode ser um sério adversário.

A espera

O PP está hoje, como estava na mesma época, na última eleição municipal. A diferença é que na última eleição o partido esperou por Antônio Eduardo Ghizzo e hoje espera por Mariano Mazzuco Neto. O partido conta com o ex – prefeito para depois encontrar parceiros na busca da vitória nas eleições. Só não pode repetir o erro anterior de ficar esperando muito tempo, afinal, o ex – prefeito pode ter alguma restrição de ordem legal para concorrer.

Também a espera

No PMDB, a situação é muito parecida com a do PP. O partido conta que César Cesa será o candidato a prefeito, mas até agora, ele não assumiu a candidatura, preferindo o exercício da dúvida. Por último, o partido ainda teria Anísio Premoli, o que é pouco provável, e o deputado estadual Manoel Mota, que poderia concorrer sem deixar o cargo que ocupa como suplente na Assembléia, e se perdesse a eleição, continuaria no mesmo cargo. Também não se pode esquecer da divisão que existe de forma clara no partido e das lideranças que deixaram o partido.

Na secretaria

Em sua última cartada eleitoral, o deputado estadual Manoel Mota quer emplacar César Cesa na Secretaria Regional, que mudou de nome. A intenção é dar visibilidade a César, como candidato do PMDB a prefeitura. O problema é saber qual o poder de fogo que o cargo ainda oferece. Caso seja um fogo brando, ao invés de projetar, pode prejudicar a candidatura.

Dos pequenos

Observando o quadro atual, que pode mudar com o avanço dos dias, a eleição municipal pode ser dos ditos pequenos partidos. Se fizerem uma costura bem feita, sem a presença dos grandes, podem apresentar algo diferente do que já foi experimentado. O problema é desatar os nós com os grandes e encontrar um candidato com forte apelo popular.

Prova para ACTS

A prefeitura de Araranguá promoveu ontem o processo seletivo para os professores ACTS. Dos 638 inscritos, 38 não compareceram aos locais das provas. As vagas são para Professor I, Professor II, Auxiliar de Ensino da Educação Infantil e Auxiliar de Serviços Gerais da Rede Pública Municipal. O gabarito pode ser conferido no portal oficial do município www.ararangua.sc.gov.br ou www.processosseletivos.com.br/ararangua. O prazo para recursos da prova escrita será entre esta segunda e terça, dias 1º e 2, das 13 às 17 horas, na Secretaria Municipal de Educação. Já a classificação parcial sairá no próximo dia 10.

Primeira sessão

A segunda feira também será marcada pelo retorno das sessões da câmara de vereadores de Araranguá. A primeira sessão do ano, deverá começar a dar sinais de como está a bancada de sustentação ao governo municipal. Na última sessão do ano passado, a ausência dos vereadores Ronaldo Soares do PMDB e Arilton Costa do PP na votação da terceirização da iluminação pública, deixou claro um acerto com a administração. Por mais que neguem, ficou claro o que aconteceu. Ambos foram contatados por seus partidos e ouviram o pedido de voto contrário ao projeto. Não compareceram a sessão, com desculpas esfarrapadas, simplesmente para não haver empate com o presidente tendo que desempatar a votação. As próximas votações importantes, vão deixar claro se o acerto foi apenas para aquela votação, ou se estenderá por todo este ano, inclusive na votação das contas de 2014.

Outro acesso

Enquanto o prefeito do Arroio do Silva Evandro Scaini continua apostando no acesso sul, o acesso principal ao balneário continua esquecido. A movimentação em toda a temporada mostra claramente, que precisamos encampar uma luta para a construção de outro acesso, que não desemboque na rodovia Jorge Lacerda, e sim na BR 101. Claro que o acesso sul também é importante, mas os engarrafamentos que vem ocorrendo já demonstram claramente que é preciso caminhar neste sentido.

Nem o mínimo

Nas verdade, existem providencias que podem ajudar a desatar o nó e não são tomadas. Por vezes, em dias de grande movimento, a Policia coloca cones na rótula das praias, fazendo com que o fluxo de quem vem do Arroio siga pela Jorge Lacerda, proibindo o acesso a Amaro José Pereira, fazendo com que, quem vem do Morro entre direto na Amaro Pereira. Será que ninguém percebeu ainda, que naquele local a estrada foi alargada e permite que com a colocação de taxões, quem vem do Morro possa acessar a Amaro Pereira e quem vem do Arroio também?

Acidentes

Por fim, ainda sobre o trânsito, no final de semana uma carreta passou direto na rótula construída no antigo leito da BR 101 no acesso ao bairro Barranca. Aliás, não foi a primeira vez que este tipo de acidente acontece. O local estaria mal sinalizado, ou existe completa desatenção de alguns motoristas?

Previsão do tempo

Ronaldo Coutinho

Ouvir

Sua reportagem

Tem uma reportagem? Uma notícia de última hora? Envie para a Rádio Araranguá.

Envie sua reportagem

Colunistas

Repórter 1290

Por Lucas Casagrande

Acessar

Policial

Por Karin Mariana

Acessar

Esportiva

Por Jairo Silva

Acessar

Política / Geral

Por Saulo Machado

Acessar