Política Com o transporte gratuito, Araranguá merece agora um novo terminal; e Polícia Ambiental é responsável pelo atendimento à animais silvestres

Com o transporte gratuito, Araranguá merece agora um novo terminal; e Polícia Ambiental é responsável pelo atendimento à animais silvestres

03/01/2024 - 14h25

A prefeitura de Araranguá abriu vaga para estágio no setor de iluminação.  A exigência passa por estar cursando um curso superior e noções básicas em informática e atendimento ao público. Para a entrevista deve ser procurado o setor de iluminação na prefeitura de Araranguá.

Horários

A prefeitura de Araranguá mudou os horários de trabalho, em regime especial, os funcionários que atuam nos Centros de Educação Infantil – Unidades Polo em Araranguá. Com a nova carga horária, o 1º turno: 6h diárias, das 7h às 13h em dias úteis; 2º turno: 6h diárias, das 12h às 18h, em dias úteis. O período de vigência dos novos horários é de 02 a 31 de janeiro deste ano.

Responsabilidade

A FAMA divulgou ontem nota sobre uma portaria conjunta do IMA/ CPMA e CBMSC N° 219/2023, sobre os atendimentos de RESGATES de animais SILVESTRES. Pela portaria passaram a ser de responsabilidade de Polícia Ambiental. Segundo a portaria, os animais encontrados feridos deverão ser atendidos pela Policia Ambiental e levados para o IMA, que determinará o local onde deverão ser reabilitados. Os pedidos de atendimento devem ser feitos através do número 190, ou pelo APP PMSC Cidadão.

Antecipou

O prefeito Cesar Cesa antecipou o funcionamento do transporte coletivo urbano gratuito em Araranguá. A previsão de entrada em funcionamento era fevereiro deste ano, quando a possibilidade de implantação, começo a ser divulgado. Mas em minhas férias, observei que o contrato, finalmente foi assinado, depois de 13 anos com a empresa trabalhando em situação, precária, ou seja, sem contrato, uma irresponsabilidade de administrações anteriores, e que o serviço já está em funcionamento. 

Acompanhar

Na verdade, agora o trabalho é observar o funcionamento, e apontar possíveis problemas, ou melhoramentos necessários para atender a demanda dos cidadãos. Itinerários, datas e horários, são importantes para que o transporte coletivo urbano, possa realmente atender aos cidadãos, o que não vinha acontecendo há muito tempo.

Falta

Falta agora, um terminal urbano que realmente atenda às necessidades da população, podendo ser um terminal que abrigue o transporta coletivo urbano e interestadual, e que também não seja necessário a entrada de pesados e compridos ônibus no centro da cidade. Nossa atual rodoviária está por demais desatualizada e numa localização imprópria para o tamanho da cidade.

Virada

A festa da virada deixou, mais uma vez claro, que o Arroio do Silva deixou de ser a única opção. Finalmente, e pelo segundo ano consecutivo, a administração de Araranguá conseguiu fazer uma festa que atraiu um grande público, que antes, certamente estaria no Arroio do Silva.

Sem perder o brilho

Na verdade, mesmo com o grande público que passou a virada no Morro dos Conventos, o Arroio do Silva não perdeu seu brilho e manteve um público de município protagonista na virada do ano. Em especial, a nova praça que a população ganhou de presente da administração municipal e que foi inaugurada no dia do aniversário da cidade.

Abandono

Em minha viagem de férias passei por algumas cidades e pude observar algumas coisas que me chamaram a atenção. Uma delas é em relação ao abandono de animais. Posso lhes afirmar que em nenhuma das cidades que visitei, existem tantos animais abandonados como aqui em nossa região, especialmente em Araranguá e Arroio do Silva. O que acontece aqui, que os animais são abandonados todos os dias? O que estas cidades fazem para evitar o abandono?

Trabalho

Na manhã de hoje, Maureci Rodrigues, diretor da FAMA falou sobre a portaria do IMA sobre os animais silvestres, mas os ouvintes nos levaram para o assunto de abandono. Maureci reconheceu que é preciso melhorar o atendimento a abandono e maus-tratos, mas ressalvou que o município não tem um local onde os animais possam ser levados. Segundo ele, falta responsabilidade e consciência no caso dos abandonos e maus tratos.