Geral Da obesidade aos palcos do fisiculturismo: conheça a história de superação da atleta Sibele Fáveri

Da obesidade aos palcos do fisiculturismo: conheça a história de superação da atleta Sibele Fáveri

29/04/2024 - 08h26

Na cidade de Jacinto Machado, uma história de superação e determinação foi construída. Sibele Fáveri, uma filha de agricultores, cresceu entre os campos de fumo, maracujá e banana, ajudando seus pais desde a infância no árduo trabalho da roça. Mas sua jornada não foi apenas sobre cultivar a terra, ela também cultivou sonhos.

“Da minha adolescência até os meus 19 anos trabalhei na roça. Meus pais sempre cultivaram uma educação bastante rígida, onde tínhamos hora para levantar, estudar, trabalhar e dormir. Depois da escola, sempre ajudei a família no campo. Sempre tivemos a educação como base, éramos incentivados desde cedo a estudar. Levo uma lição muito importante do interior, o valor do respeito”, destacou.

Desde sua pré-adolescência, Sibele demonstrou interesse em atividade física e saúde, mesmo em meio aos desafios da vida rural. Inspirada por programas de televisão e modelos icônicas, como Gisele Bündchen, ela nutria um sonho secreto de seguir carreira como modelo. No entanto, as circunstâncias pareciam conspirar contra ela, o acesso limitado à educação e a falta de recursos financeiros pareciam colocar seus sonhos fora de alcance.

“Quando tinha 11 anos, observava muito as meninas e seus físicos. Sempre gostei de olhar as modelos na televisão. Entretanto, chegando na fase adulta, desencadeei uma alimentação compulsiva, o que me fez engordar, chegando em ter 82 quilos extras. Tinha na comida, uma fuga emocional. Até que um dia me olhei no espelho e não me reconheci. Foi aí que vi que precisava mudar, fazer algo por mim. Rapidamente iniciei na atividade física com o objetivo de reverter aquela situação”, ressaltou.

Apesar dos obstáculos, Sibele não desistiu. Ao longo dos anos, ela foi trabalhando em diferentes áreas do seu corpo, através da academia e estúdios, a futura atleta enfrentou altos e baixos. Com determinação e apoio de profissionais adequados, ela embarcou em uma jornada de transformação física e mental.

“Vivia em muitos altos e baixos com a balança. Emagrecia dois quilos e engordava três. Ou seja, não conseguia manter um peso adequado ainda. Até que dentro do nosso grupo de emagrecimento, surgiu um desafio. Foi aí que vi na competição, a oportunidade para vencer a balança”, acrescentou.

Aos 36 anos, em 2022, Sibele fez uma escolha que mudaria sua vida para sempre: decidiu se aventurar no mundo do fisiculturismo. Com o apoio de seu coach, Marinho Alexandre, ela começou a se preparar para competições, enfrentando críticas e desafios com resiliência e determinação.

“Nesse programa, emagreci 26 quilos. Além disso, havia um acompanhamento com psicóloga, nutricionista e personal trainer. Devido essa conquista expressiva e os números que passei a alcançar, fui convidada a ingressar em competições de fisiculturismo. Achei muito interessante e decidi aderir ao projeto”, relatou.

O resultado de anos de dedicação e esforço veio em 2023, quando Sibele brilhou nos palcos do Iron Games, em Criciúma, e do MuscleConstet Mercosul, em Novo Hamburgo, conquistando o título de campeã em suas categorias e demonstrando ao mundo sua resiliência e força.

“Na preparação, passei a participar de campeonatos de fisiculturismo. Foi quando em meio a competição, tive a realização do meu sonho de ser modelo. Quando desfilei, retornei à minha infância, de quando assistia a Gisele Bündchen. Encontrei no esporte não só a realização de um sonho, mas a realização de vida. Tudo é possível quando decidimos fazer por onde. A força de vontade tem que vir da gente”, enfatizou.

Hoje, aos 37 anos, Sibele continua sua jornada, determinada a alcançar o título Overall e inspirar outros com sua história de superação. Sua história é um lembrete poderoso de que, com determinação e dedicação, é possível superar qualquer obstáculo e transformar sonhos em realidade.