Geral De olho no ano letivo de 2024, cidades do Extremo Sul Catarinense se preparam para receber os alunos

De olho no ano letivo de 2024, cidades do Extremo Sul Catarinense se preparam para receber os alunos

17/01/2024 - 13h36

Com o início do ano, as secretarias de Educação da região do Extremo Sul Catarinense já estão em plena atividade, realizando os preparativos para aguardar o retorno das aulas. Dentre as cidades que se preparam para receber os alunos estão Balneário Arroio do Silva e Maracajá.

A secretária de Educação de Balneário Arroio do Silva, Daiane Leonardeli, compartilhou detalhes sobre as atividades realizadas nos últimos meses. “Realizamos as matrículas novas no início de dezembro. Agora nossa central de matrículas está fechada e estamos fazendo organizações internas, criando turmas e inserindo tudo no sistema. Com isso, passamos a atender novamente a partir do dia 29. Teremos uma noção de quantos alunos vão permanecer na rede para o início de março”, afirmou.

Leonardeli também destacou investimentos significativos em infraestrutura, incluindo a aquisição de dois carros novos. “Um ficará à disposição da secretaria e o outro será utilizado para o transporte das crianças da Associação de Amigos do Autista (AMA). Temos um grupo de crianças que vai todos os dias para Criciúma. Além disso, recebemos dois caminhões de mobiliário que estão fazendo as entregas”, acrescentou.

A preparação para receber os alunos incluiu reformas em creches e planos para a reforma de uma terceira creche. O projeto também contempla a criação de um parque no Jardim Atlântico. No entanto, a secretária ressaltou os desafios, expressando o desejo de criar um laboratório de ciências, mas destacando a limitação de espaço físico. “Investimos muito em estrutura, mas sempre tem algo que desejamos. Queremos fazer um laboratório de ciências, porém, ficamos presos porque não temos espaço físico suficiente. Planos temos muitos, não podemos parar nunca”.

Quanto à chamada de efetivos em Balneário Arroio do Silva, a secretária anunciou que o concurso será homologado no dia 22 de janeiro e as vagas na área da educação serão preenchidas para o ano letivo em questão.

Já o diretor de Educação de Maracajá, Daniel Souza, compartilhou novidades sobre a otimização da Escola Eufrásio Avelino Rocha, que agora é municipalizada em uma parceria entre o Estado e o município. Essa mudança, segundo Souza, aumentará em cerca de 100 vagas na rede educacional.

Além disso, o diretor ressalta a importância de unir a educação com a tecnologia, visto que, a união das duas ferramentas vem agregando cada vez mais conhecimento. “Implantamos o laboratório de ciências em nossa rede de ensino. Os alunos adoram o laboratório, porque nele, podem fazer experiências. Além disso, é muito útil, porque as pedagogas podem fazer suas atividades, independente da disciplina”, afirmou Souza.

“As formas de trabalhar com o ensino estão em constante desenvolvimento. Precisamos nos adequar a modernização, porque são muitas as modalidades desenvolvidas através da tecnologia”, acrescentou o diretor.

Quanto à chamada de efetivos em Maracajá, Souza anunciou que a prova acontecerá no dia 28 deste mês, com a intenção de chamar todos para o início do ano letivo. As inscrições já foram encerradas, com quase 900 candidatos participando do processo seletivo. “Pretendemos chamar os aprovados já para o início do ano. Queremos que todos comecem o ano letivo a todo vapor”, finalizou Daniel.