Economia De servente de pedreiro a engenheiro e empresário: a inspiradora trajetória de Guilherme Souza

De servente de pedreiro a engenheiro e empresário: a inspiradora trajetória de Guilherme Souza

09/07/2024 - 09h10

No programa 95.5 Entrevista da Rádio Araranguá, apresentado por Gregório Silveira, o engenheiro civil e empresário Guilherme Souza compartilhou um pouco de sua trajetória de sucesso, que serve como exemplo de determinação e empreendedorismo.

Guilherme Souza, natural de Araranguá, vem de uma família tradicional de Balneário Arroio do Silva, uma das primeiras do município. Filho de uma professora e de um pedreiro, ele começou a trabalhar na construção civil desde muito novo, ao lado de seu pai, e assim, seguiu até os seus 17 anos de idade.

“Tive uma infância muito tranquila, onde brincávamos na rua, jogávamos taco e corríamos atrás da bola. Estudei minha vida toda em colégio público. Acredito que a coisa mais importante que aconteceu na minha vida, foi a questão de estar sempre inserido em um trabalho. Meu pai é um exemplo de profissional e busquei me espelhar nele. Construímos muitas casas e pude ver a realização das pessoas”. 

Mesmo jovem, a veia empreendedora de Guilherme já falava mais alto. Aos 17 anos, ele ingressou em uma empresa, mas logo percebeu que queria seguir seu próprio caminho. Decidido se especializar, formou-se técnico em edificações e, posteriormente, em engenharia civil. Com a formação completa o empreendedorismo se tornou cada vez mais forte.

“Após uma injustiça sofrida nessa empresa, decidi nunca mais trabalhar de empregado, mas ter meu próprio negócio. Foi aí que começamos nessa luta do empreendedorismo. Entretanto, precisei me especializar, porque o conselho de meu pai era ‘Meu filho, estuda porque a caneta é muito mais leve que a pá’. Trabalhei de pedreiro com meu pai até a metade da minha faculdade de engenheiro civil. Após formado, minha maior dificuldade foi me posicionar no mercado de trabalho. Se trata de uma pessoa que precisa entrar nesse mercado. Existe muitas etapas que não podemos pular e que também não aprendemos na faculdade, mas no cotidiano”, ressaltou.

Atualmente, Guilherme é um empresário de sucesso, casado com Amanda, que é arquiteta. Juntos, eles formam uma dupla tanto na vida pessoal, quanto na profissional. Amanda não apenas colabora nos projetos do escritório, como também auxilia na mentoria de engenheiros recém-formados, ajudando-os a entrar no mercado de trabalho.

“Apesar de estarmos consolidados no mercado, o grande segredo é nos rodearmos de pessoas que nos acrescentam. E foi isso que aconteceu com a gente. Eu e a Amanda estamos juntos há 17 anos. Minha esposa trabalha comigo já faz seis anos. Nossa parceria soma muito em nossos resultados. Além da construção e arquitetura, prestamos mentoria a engenheiros recém-formados. Sabemos da dificuldade de entrar no mercado de trabalho e com isso, iniciamos esse projeto de direcionamento. Tive pessoas que me direcionaram e hoje, posso ser essa pessoa”, relatou. 

O exemplo de Guilherme Souza mostra que, com dedicação e perseverança, é possível superar desafios e alcançar grandes realizações. “Meu pai me ensinou a ser homem. Com isso, ter palavra, ser correto e honrar com a palavra. São ensinamentos que levo para sempre comigo. Sem dúvida, a base familiar nos dá outra visão de mundo. Precisamos ser gratos a Deus pela vida”, concluiu.