Geral Delegado e Comandante de Helicóptero do SAER/SARASul: a trajetória de Gilberto Crepaldi Mondini

Delegado e Comandante de Helicóptero do SAER/SARASul: a trajetória de Gilberto Crepaldi Mondini

16/01/2024 - 08h26

Na tarde dessa segunda-feira, 15, o programa 95.5 Entrevista recebeu um convidado de destaque: Gilberto Crepaldi Mondini, Delegado de Polícia Civil e Comandante de Helicóptero do SAER/SARASul da Polícia Civil de Santa Catarina. Aos 44 anos, Gilberto compartilhou sua fascinante e inspiradora jornada profissional, revelando uma carreira que ultrapassa fronteiras.

Natural de Sumaré, interior de São Paulo, Gilberto é filho de Maria Júlia, uma dedicada Escrivã de Polícia, e Dovílio, um tecelão. Seu ingresso no mundo da segurança pública iniciou em 1995, como Escrivão de Polícia Civil na cidade de Sumaré, onde serviu por treze anos. “Desde que me entendi por gente, ingressei a uma delegacia. Cresci dentro de uma unidade policial. A partir daí, veio minha paixão pela polícia. Fiz a faculdade de direito focado para a carreira de polícia”, destacou.

Em 2008, Gilberto deu um passo ousado ao tornar-se Delegado de Polícia Civil no Estado de Santa Catarina. Sua jornada o levou por diversas cidades, como Concórdia, Itapoá, Xanxerê e Xaxim, onde acumulou experiência e desafios que moldaram sua abordagem única para a aplicação da lei. “Do Estado de Tocantins para baixo, fiz concurso para todos os Estados. Alguns passei para próximas fases, mas graças à Deus, consegui em Santa Catarina”, explicou. 

O ponto de virada em sua carreira ocorreu em 2014, quando, por meio de um processo seletivo interno, integrou a Unidade Aérea da Polícia Civil em Chapecó. Assumindo os papéis de piloto e coordenador na unidade, Gilberto demonstrou habilidades excepcionais que culminaram em sua transferência, em 2016, para Criciúma, onde atua como Coordenador Estadual das Unidades Aéreas.

“Aqui eu parei de trabalhar em delegacia, e foquei especificamente na parte aérea da Polícia Civil. Sempre fui apaixonado pela aviação, concluindo o curso, me qualifiquei e a partir do momento que abriu a base, fui para a unidade. Era tudo novo, havia muitas dificuldades, tivemos que aparelhar todo o Hangar”.

Atualmente, além de ser Comandante de Helicóptero junto ao SAER/SARASul em Criciúma, Gilberto é Instrutor de Voo de Helicóptero, responsável pela formação de novos pilotos da Polícia Civil, e Examinador Credenciado junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), encarregado da avaliação e revalidação das carteiras de habilitações dos pilotos.