Política “Duas empresas já solicitaram 11 mil entrevistas”, diz presidente do DETRAN/SC sobre programa “CNH Emprego na Pista”

“Duas empresas já solicitaram 11 mil entrevistas”, diz presidente do DETRAN/SC sobre programa “CNH Emprego na Pista”

08/07/2024 - 11h07

Na última terça-feira, 2 de julho, o governador Jorginho Mello sancionou a Lei que institui o Programa CNH Emprego na Pista. A cerimônia aconteceu na sala de cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. O programa, uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina em parceria com o DETRAN/SC e o SEST SENAT, visa promover a inclusão social e oferecer oportunidades de emprego no setor de transporte terrestre por meio da obtenção ou mudança de categoria da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). As inscrições estarão abertas a partir do dia 15 de julho, pelo site empregonapista.detran.sc.gov.br.

Detalhes do programa

O CNH Emprego na Pista é uma ação social voltada à empregabilidade, que oferecerá 30 mil CNHs gratuitamente, para as categorias A (moto), B (carro), D (caminhão e ônibus) e E (carreta). Além disso, o programa incluirá vagas para a inclusão de EAR (Exercício de Atividade Remunerada) na CNH e mudança de categoria. Durante o evento, foi anunciada a garantia de entrevista de emprego junto às transportadoras para 11.900 candidatos, bem como a oferta gratuita do curso “Escola de Motoristas” pelo SEST SENAT.

Investimentos

O programa terá um investimento de cerca de R$ 54 milhões, destinados a cursos, exames, isenção de taxas e operacionalização do programa para os anos de 2024, 2025 e 2026. Em entrevista ao programa Dia a Dia da Rádio Araranguá, apresentado por Saulo Machado, o presidente do Detran/SC, Kennedy Nunes, falou sobre a iniciativa, que visa atender a demanda de falta de mão de obra nas categorias D e E.

“Será realizado um decreto que regulamentará a lei e os procedimentos para que autoescolas, médicos e psicólogos, que queiram participar do projeto poderão se inscrever no SEST SENAT. Nossa previsão é abrir as inscrições no dia 15 de julho. O cidadão precisa residir em Santa Catarina há pelo menos dois anos. Para a primeira habilitação, é necessário estar cadastrado no CADúnico. Para a troca de categoria, não é necessário estar no CADúnico, mas é preciso ser filiado a alguma associação. Quem se inscrever para as categorias D e E será imediatamente encaminhado para uma entrevista de emprego, uma grande oportunidade para ingressar no mercado de trabalho”, destacou Kennedy.

O presidente do Detran/SC também ressaltou os benefícios do programa: “Estaremos investindo R$ 54 milhões e disponibilizando 30 mil carteiras de habilitação. Esperamos que até o final do ano, pelo menos um terço das CNHs de categorias D e E sejam emitidas. Duas empresas já solicitaram 11 mil entrevistas. Esse programa vai beneficiar muito o Estado e ajudar cidadãos que não têm condições de pagar por uma CNH”, concluiu Kennedy.

Como o Programa vai funcionar?

O Estado de Santa Catarina vai custear os serviços referentes a 1ª Habilitação, Mudança de Categoria ou Inclusão de EAR;

O SEST SENAT vai auxiliar o DETRAN na operacionalização do Programa, porque já tem uma grande experiência na execução desse tipo de serviço;

O SEST SENAT fará a conferência dos documentos e, quando necessário, recrutará a Secretaria de Assistência Social para consulta ao banco de dados do CADúnico;

Com a documentação correta, os candidatos serão direcionados aos Centro de Formação de Condutores (CFC) para iniciar as aulas teóricas.