Segurança Filhotes do canil do 19º Batalhão reforçarão outras instituições de segurança

Filhotes do canil do 19º Batalhão reforçarão outras instituições de segurança

01/12/2023 - 17h02

Neste ano, a canina Luna do canil setorial do 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Araranguá teve nove filhotes da raça “Pastor-belga-malinois”. Esta é uma das quatro variedades da raça de cães pastor-belga, originária da Bélgica. De pelagem curta, de cor fulvo-encarvoada, é nativa da região de Malinas e tida como uma das mais comuns entre os pastores belgas, que tem por característica o trabalho de alta performance, rústico e funcional. E por isso, é a raça de cães mais utilizada em atividades policiais no mundo.

Desde que nasceram, há aproximadamente dois meses, os filhotes estão sendo testados e avaliados, bem como com todas as suas características documentadas, a fim de identificar as suas potencialidades.

Mas, nesta última semana de novembro, o comando do 19º BPM realizou a doação de cinco filhotes para outras unidades militares e para a Polícia Penal de Santa Catarina.

Dois filhotes irão integrar o canil setorial do 9ºBatalhão de Polícia Militar em Criciúma, um filhote para o Presídio Regional de Araranguá, onde serão iniciadas atividades com cães na unidade prisional, e outros dois para o 1º Batalhão de Pronta Resposta de Joinville. Estes últimos já foram nomeados de Bonnie e Baruk.

O comando do 19º BPM enfatiza que o trabalho realizado pelo canil setorial é de extrema importância e necessidade para o êxito nas operações policiais. Uma prova disso são as inúmeras apreensões de drogas e prisões realizadas com apoio dos cães, desde que o canil setorial foi instalado em Araranguá.

Desse modo, a doação dos filhotes é uma contribuição com o fortalecimento das forças de segurança contra a criminalidade no nosso estado.