Segurança Mulher encontrada morta dentro de casa no Arapongas foi assassinada pelo ex-marido

Mulher encontrada morta dentro de casa no Arapongas foi assassinada pelo ex-marido

27/01/2024 - 23h40

O autor do crime é o ex-companheiro da vítima de 54 anos. A mulher de 55 anos foi encontrada morta no interior de sua residência na Rua da República no bairro Arapongas em Araranguá. O corpo de bombeiros foi acionado para atender a ocorrência, e constatou o óbito no local na noite desta sexta-feira, dia 26.

Conforme a primeira versão do autor do crime, a mulher que era hipertensa, e portadora de doença cardíaca, teria ido a óbito por causa natural. Mas técnicos do Instituto Médico Legal recolheram o corpo da vítima, e após o exame cadavérico foi constatado que a mulher morreu por asfixia.

Imediatamente o delegado André Coltro que coordena a Central de Polícia Civil em Araranguá, voltou a ouvir o ex-companheiro da vítima, que finalmente confessou o crime, afirmando que a mesma foi morta com um golpe conhecido por mata leão, provocando o óbito por asfixia. Segundo a polícia o autor do crime chegou a participar do velório da ex-mulher.

O homicida de 54 anos, possui antecedentes criminais por violência doméstica contra a ex-mulher, e viveu durante alguns anos um relacionamento conturbado com a vítima, de quem agora estava separado. Como não ocorreu a prisão em flagrante, o homicida vai responder pelo crime de feminicídio em liberdade. Entretanto, a mesma autoridade policial solicitou a prisão preventiva ao judiciário, e caso a prisão seja deferida, o criminoso será preso.

O autor do crime que teve a prisão preventiva decretada pelo judiciario neste domingo, dia 28, foi preso na manhã desta segunda-feira, dia 29, no bairro Erechim, zona norte de Balneário Arroio do Silva. Apos o cumprimento do mandado de prisão efetuado pela polícia civil, o mesmo foi conduzido à Central de Polícia, e mais tarde será removido para o presidio regional de Araranguá.