Variedades Ney Lopes: O colunista social mais lido do Sul do Estado

Ney Lopes: O colunista social mais lido do Sul do Estado

12/01/2024 - 14h48

Hoje é sexta-feira. Para muitos, depois de uma semana inteira de muito trabalho, é o dia de chutar o pau da barraca, e extravasar os sentimentos e vontades contidas desde a segunda. Por isso, lembramos aqui de um bate-papo “chocante” (expressão de quatro décadas atrás, atualmente em desuso) que tivemos nos estúdio da “Sintonia de Verdade”.

Ele é publicitário, apresentador da NDTV, colunista no Portal ND+ e empresário. Desde os primórdios, sempre esteve por dentro de tudo o que acontece na “high society” criciumense e de boa parte do Sul catarinense. Pelos veículos de comunicação por onde passou, deixou sua marca e chamou a atenção do leitor, telespectador, ouvinte e internauta. Tanto, que é hoje o colunista social mais lido do Sul de Santa Catarina.

Ney Lopes tem muita história para contar. Das mais ligths, àquelas mais cabeludas que fariam ruborizar mesmo os habitués mais assíduos das madrugadas nas boates de Criciúma dos anos 1980, como Signus, Circus, Chandon, New York Sound, dentre tantas outras onde ele também se apresentou com DJ, e dos bons.

E boa parte desses “causos” ele contou para os ouvintes da Rádio Araranguá na segunda-feira, dia 08, no programa 95.5 Entrevista. Natural de Criciúma, Ney Lopes tem mais de 30 anos de experiência contando desde de segredos de alcova, até do novo bólido que o bacana colocou na garagem para impressionar a vizinhança e mostrar sua ascensão ou afirmação social.

Do jornalismo impresso, ele trouxe toda a irreverência de suas postagens para os meios digitais e também para a tela da televisão. Sua inspiração para iniciar como colunista foi nada mais nada menos do que Cacau Menezes. Sempre com uma pitada de bom humor, ele é campeão de acessos e seguidores no Sul Maravilha.

Uma pessoa muito bem relacionada, tem muitas fontes e as informações são dadas sempre em primeira mão. Atualmente faz parte do grupo ND de comunicação. “O que eu vou conseguindo de informações da região, eu publico. Bastidores, esportes, política, sociedade criciumense, é o que chamamos de variedades. Essa é a minha praia. Comecei 30 anos atrás através de uma indicação do Everaldo João.”, recorda ele.

Capcioso, instigante, às vezes enigmático, carismático, de bem com a vida, Ney Lopes sempre rende uma boa conversa.

Confira a entrevista completa: