Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019

 

POLÍCIA

Réu acusado de matar colega em clínica de reabilitação vai a Júri Popular

Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019 às 20:48

 

O último Júri Popular do ano na Comarca de Araranguá está marcado para esta terça-feira, dia 03. André Padilha Fagundes senta no bando dos réus acusado de matar Dionatan Lopes Nazário, na época com 26 anos.

O crime ocorreu por volta das 21h30min do dia 03 de junho de 2018, no Centro de Recuperação Resgatando Vidas, na localidade de Sanga do Marco, em Araranguá. A vítima era moradora de Sombrio e foi espancada até a morte.

Segundo informações colhidas no local do crime na época dos fatos, por volta das 21h30min, os internos estavam na sala de TV, quando dois, começaram a discutir por motivo fútil. Após acalorar a discussão ambos entraram em vias de fato. André Padilha Fagundes de 32 anos “partiu” para cima de Dionatan Lopes Nazário de 26 anos morador de Sombrio, o agredindo com chutes, socos e com cadeirada. O autor ainda subiu sobre a vítima e por várias vezes bateu com a cabeça no chão com violência e ainda chutou por diversas vezes a cabeça até a vítima perder a consciência.

Os demais colegas tentaram impedir a ação que durou cinco minutos, entretanto o autor que é forte e estava completamente transtornado, agrediu a vítima até matá-la. Ao saber do óbito, André fugiu a pé, sendo preso minutos depois por uma guarnição da Polícia Militar de Meleiro, na Rua da Gruta do Rio Jundiá.

O júri está marcado para iniciar às 09 horas.

 

Por - Karin Mariana

Previsão do tempo

Ronaldo Coutinho

Ouvir

Sua reportagem

Tem uma reportagem? Uma notícia de última hora? Envie para a Rádio Araranguá.

Envie sua reportagem

Colunistas

Repórter 1290

Por Lucas Casagrande

Acessar

Policial

Por Karin Mariana

Acessar

Esportiva

Por Jairo Silva

Acessar

Política / Geral

Por Saulo Machado

Acessar