Segurança Polícia Militar prende agressores de mulheres no Arroio do Silva e Balneário Gaivota

Polícia Militar prende agressores de mulheres no Arroio do Silva e Balneário Gaivota

20/06/2024 - 07h59

Por volta de 8h30min desta quarta-feira, dia 19, um homem de 40 anos foi preso pela Polícia Militar em Balneário Arroio do Silva. A guarnição foi acionada via central de emergência para atender uma ocorrência de violência doméstica.

No local foi conversado com a vítima, que relatou que teve uma discussão no meio da noite com seu companheiro, que este sente muito ciúmes, e que durante a discussão apertou seu pescoço e tampou sua boca com as mãos dizendo “vou te matar, que tu és uma vagabunda, cretina, sem caráter e prostituta”. Então para se defender a mulher empurrou o agressor, mas ele novamente a jogou contra a parede, puxando seus cabelos.

Ela conseguiu sair correndo pela escada, momento que pulou a janela, e pediu ajuda para a vizinha ligar para Polícia Militar. Segundo ela, faz tempo que vem sofrendo esse tipo de violência por parte do seu companheiro. Na discussão, o homem arremessou seu aparelho celular no chão, e danificou a tela. A vítima apresentava lesões no rosto, braço e perna direita. Diante dos fatos as partes foram conduzidas até a Central de polícia em Araranguá.

Mulher é vitima de agressões em Balneário Gaivota

O outro casso de violência doméstica foi registrado por volta de 11h da manhã, desta quarta-feira, dia 19, em Balneário Gaivota, após o descumprimento de medida protetiva de urgência. A guarnição da Policia Militar se dirigiu até o Posto Central de Saúde daquele município para averiguar uma mulher que teria recebido atendimento médico sendo constatado que as lesões teriam sido sofridas na sua residência.

A vítima relatou que é natural do Mato Grosso, e foi morar em Balneário Gaivota, e que possui uma medida protetiva contra seu companheiro. Depois que em várias ocasiões ele danificou seus bens pessoais, como celular, notebook, eletrodomésticos, roupas, e bens pessoais. Nesta quarta-feira, o homem arrombou a porta da residência, entrou na casa, e inúmeras vezes disse que iria lhe matar.

Segundo a vítima, o agressor tem ciúmes, e é usuário de drogas como maconha e cocaína, e muito agressivo. Após o atendimento médico, a guarnição prestou apoio à mulher que foi conduzida até sua residência, sendo que lá encontrou no interior do imóvel o autor dos crimes. Diante dos fatos a guarnição deu voz de prisão ao agressor de 27 anos, e conduziu o mesmo até a Central de Polícia em Araranguá.