Agronegócio “Precisamos nos reerguer e seguir, pois a agricultura está em nosso sangue”, diz agricultor de Nova Veneza, que teve suas plantações prejudicadas no RS

“Precisamos nos reerguer e seguir, pois a agricultura está em nosso sangue”, diz agricultor de Nova Veneza, que teve suas plantações prejudicadas no RS

14/05/2024 - 09h50

Em entrevista à Rádio Araranguá, agricultor compartilha os impactos das enchentes na produção de arroz

Em uma emocionante entrevista no programa A Força do Campo da Rádio Araranguá, apresentado por Alaor Alexandre, João Osmar Spillere, um agricultor natural de Nova Veneza, compartilhou os desafios enfrentados após as recentes enchentes que devastaram suas plantações de arroz em Eldorado do Sul, no Rio Grande do Sul.

Com uma experiência de 24 anos na produção de arroz no estado vizinho, João Osmar descreveu a cena desoladora que se apresentou após as cheias: “Ninguém imaginava o que aconteceria. O cenário é muito triste, parece um pós-guerra. Em nossa área, havia 10% de arroz para ser colhido. Além disso, perdemos maquinários e a própria rodovia, acabou segurando a água nas granjas, impedindo-as de escoar”.

Ele explicou que as enchentes deste ano foram particularmente prejudiciais, impactando significativamente a produção agrícola da região: “Todos os produtores da nossa região tiveram perdas significativas. Acredito que se os órgãos públicos fossem mais ativos, talvez daria tempo de nos prepararmos de forma mais ágil. Quem realmente está ajudando nossa região são as pessoas. Empresários que vêm ajudando com doações e serviços comunitários”.

Apesar dos desafios, João Osmar enfatizou a resiliência e a determinação dos agricultores locais: “Não podemos perder a esperança e a fé. Sabemos que nossa indústria é a céu aberto. O agricultor, de certa forma, está acostumado com intempéries climáticas. Precisamos nos reerguer e seguir, pois a agricultura está em nosso sangue”.