Política Prefeito de Balneário Arroio do Silva avalia viagem a Brasília e destaca demandas municipais

Prefeito de Balneário Arroio do Silva avalia viagem a Brasília e destaca demandas municipais

27/05/2024 - 11h04

Em entrevista ao programa Dia a Dia da Rádio Araranguá, apresentado por Saulo Machado, o prefeito de Balneário Arroio do Silva, Evandro Scaini, fez uma avaliação de sua recente viagem a Brasília, onde participou da marcha dos prefeitos em busca de recursos para o município.

“Quando vamos a Brasília, precisamos aproveitar o máximo possível. Além de participar da marcha, levamos os convites da Festa do Peixe e convidamos os parlamentares. Junto a isso, apresentamos ofícios pedindo emendas e recursos para Saúde, Educação e Infraestrutura”, destacou Scaini, ressaltando a importância de maximizar os resultados de cada viagem à capital federal.

Esperança com a desoneração da folha

O prefeito mencionou uma proposta promissora discutida durante a marcha: a desoneração da folha de pagamento. “O governo está prometendo aprovar a desoneração da folha, uma contribuição menor, que ajudará bastante os municípios. Considerando que temos 14 folhas, ao final do ano isso custa mais de R$ 4 milhões. Essa foi uma esperança que o presidente nos deu. Foi uma primeira vitória”, explicou.

Projetos de infraestrutura em andamento

Evandro Scaini também comentou sobre os avanços nas obras de infraestrutura no município. “Estamos pavimentando nove ruas e concluindo a pavimentação em torno do ginásio. Esta semana, abre a licitação para os equipamentos dentro do ginásio. Até o dia 30 de junho, planejamos abrir mais 18 ruas. Estamos trabalhando para, no dia 4 de junho, em uma reunião em Florianópolis, sensibilizarmos o governo a pagar a última parcela do Acesso Sul, que está parado. Dependemos do governo para isso”, ressaltou o prefeito.

Questões de segurança no município

A segurança foi outro tema abordado durante a entrevista, especialmente após a descoberta de corpos enterrados no município. O prefeito enfatizou a necessidade de reforço policial em Balneário Arroio do Silva.

“Precisamos de policiamento. Está muito difícil essa situação. Converso de forma recorrente pedindo policiamento. Sabemos que esses corpos são resultado de queima de arquivo, mas são notícias que repercutem de forma negativa para o município. A prefeitura não tem poder de polícia, só podemos pedir. Além de instalar câmeras, bancar a gasolina para rondas e reformar o posto da polícia. Tudo que podemos fazer, fazemos”, concluiu Scaini.