Geral Redução nos horários dos Postos de Saúde e fechamento do Dom Joaquim, sobrecarregam atendimento no HRA

Redução nos horários dos Postos de Saúde e fechamento do Dom Joaquim, sobrecarregam atendimento no HRA

08/01/2024 - 14h19

Com a redução no horário dos Postos de Saúde no verão, e o Hospital Dom Joaquim fechado, a concentração do volume de atendimentos vem sendo direcionada ao Hospital Regional de Araranguá (HRA). Com isso, a unidade tem sofrido uma sobrecarga na demanda de serviços, aumentando o tempo de espera no atendimento.

Em entrevista à Rádio Araranguá, no programa Dia a Dia, apresentado por Saulo Machado, o diretor do HRA, Kristian de Souza, falou sobre o aumento no número de atendimentos. “Não só o fechamento do Dom Joaquim, que é o principal motivo, mas a redução do horário nos postos de saúde no verão, que são só até as 13h. Além disso, o aumento dos turistas nessa época do ano, vem sobrecarregando o HRA”, destacou.

O diretor ressalta a grande falta que o Hospital Dom Joaquim faz, principalmente nesse período do ano. “O hospital é referência para aquela região, como Passo de Torres, Sombrio, Gaivota e São João do Sul. Com isso, ele fazia praticamente o mesmo número de atendimentos que o HRA. Nos auxiliava muito com a demanda”.

Medidas

Com o aumento da demanda, Kristian explica que a unidade tem tomado medidas para ajudar no atendimento. “Estamos colocando mais médicos em determinados horários, porém temos uma capacidade instalada, em termo de leitos e consultórios. Estamos realizando todas as ações possíveis, mas chega ao um ponto em que não temos capacidade instalada, para dar o atendimento com agilidade, como estávamos oferecendo”.

Orientações

O diretor orienta os pacientes que não possuem problemas de alta gravidade, a procurarem a unidade em horário de menor movimento. “Existe casos que não são tão urgentes. Normalmente os horários da manhã são mais tranquilos, não possuem uma grande demanda. No período da tarde aumenta um pouco, e no final da tarde agrava mais. Orientamos o cidadão a procurar os Postos de Saúde, nos horários que estiverem abertos e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA), deixando o Hospital para os casos de maior urgência”.