Segurança Santa Catarina envia equipes técnicas ao Rio Grande do Sul para auxiliar no enfrentamento das fortes chuvas

Santa Catarina envia equipes técnicas ao Rio Grande do Sul para auxiliar no enfrentamento das fortes chuvas

02/05/2024 - 08h05

O Governo do Estado, mais uma vez, se solidariza com a situação vivida no Rio Grande do Sul (RS) em razão das fortes chuvas que atingem o Estado vizinho. Por determinação do governador Jorginho Mello, Defesa Civil catarinense, Polícia Militar (PMSC) e Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC) enviaram ao RS equipes completas, formadas por 34 profissionais, na manhã de quarta-feira, 1º de maio, além de helicóptero, oito viaturas, 12 embarcações e uma viatura com equipamentos específicos para resgate em deslizamentos.

“A gente sabe o que é enfrentar um cenário adverso assim e que toda ajuda é necessária. Por isso determinei o envio urgente de auxílio. Vamos prestar todo o nosso apoio. Nossa Defesa Civil e nossas Forças de Segurança são preparadas pra atuar nessas circunstâncias”, afirmou o governador Jorginho Mello.

A Secretaria da Proteção e Defesa Civil (SDC) foi o órgão designado pelo governador para mobilizar e integrar as forças governamentais nessa ajuda humanitária. “Ainda que nosso estado esteja em alerta para a chegada dessa chuva que hoje castiga o Rio Grande do Sul, não poderíamos deixar de levar nosso apoio aos irmãos gaúchos, e nos mantermos vigilantes e preparados para atender também os catarinenses. Por isso, em conversa com o governador Jorginho Mello, enviamos helicópteros, viaturas, embarcações e 34 profissionais do Corpo de Bombeiros Militar e da Polícia Militar para o Rio Grande do Sul”, detalhou o coronel Fabiano de Souza, secretário de Estado da Proteção e Defesa Civil.

Os militares do CBMSC se concentraram às 4h desta quarta no quartel do município de Araranguá, onde receberam instruções para o deslocamento até o município de Lajeado, no Rio Grande do Sul. Lá, irão compor o Sistema de Comando de Operações (SCO) para a resposta ao evento adverso enfrentado. Foram empenhados bombeiros militares das equipes de Força-Tarefa (FT) dos municípios de Florianópolis, Blumenau, Criciúma, Itajaí, Tubarão, São José e Balneário Camboriú.

Dessa forma, prestam apoio ao Rio Grande do Sul equipes de FT de todos os sete Batalhões que integram a 1º Região Bombeiro Militar (1ºRBM), sob o comando do tenente-coronel Fábio Collodel e do major João Emiliano de Moura Silva Miranda. “Mais uma vez o nosso vizinho Rio Grande do Sul está exposto a um evento extremo e nós, que temos a missão de proteger a vida independente de fronteiras, iremos utilizar da expertise das equipes de Força-Tarefa para prestar todo o apoio que for necessário à população gaúcha neste momento”, ressaltou o comandante-geral do CBMSC, coronel Fabiano Bastos das Neves.

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) enviou ainda uma equipe que vai auxiliar no resgate e no apoio humanitário às famílias desabrigadas. Foram enviados para reforço ao efetivo local uma equipe do Batalhão de Aviação (BAPM). A PMSC está programando também a ida de uma equipe de reforço para a garantia da ordem pública a partir do momento em que as águas começarem a baixar na região.

Segundo o comandante-geral, coronel Aurélio José Pelozato da Rosa, “no Rio Grande do Sul os policiais catarinenses estão dando apoio na força tarefa de resgate e ajudam aos atingidos. As equipes permanecerão em solo gaúcho até quando for necessário”, finalizou.

O estado do Rio Grande do Sul desde domingo, 28 de abril, enfrenta fortes chuvas. Segundo o último boletim da Defesa Civil do estado gaúcho, foram registradas três mortes e há pelo menos 76 cidades atingidas. Duas mortes foram registradas em Paverama, no Vale do Taquari. Sendo dois homens, de 64 e 69 anos, que estavam dentro de um carro arrastado pela enxurrada. A terceira vítima foi atingida após uma descarga elétrica durante o temporal.

Para o Rio Grande do Sul, ainda estão previstas, de acordo com a Defesa Civil estadual, chuvas intensas em regiões que já foram atingidas pelos temporais. Santa Catarina também está em alerta. De acordo com o sistema de Monitoramento da Defesa Civil catarinense, as chuvas que atingem o Rio Grande do Sul devem chegar em solo catarinense nos próximos dias.