Segurança Tubarão: aulas canceladas, pessoas desabrigadas e rio quase 5 metros acima do nível normal

Tubarão: aulas canceladas, pessoas desabrigadas e rio quase 5 metros acima do nível normal

01/12/2022 - 10h44

A situação de Tubarão vem se agravando. Em 12 horas choveu mais de 100 milímetros no município e o rio ultrapassou a casa dos 4 metros e 80 centímetros. Nessa quinta-feira, 01, pela manhã o prefeito Joares Ponticelli encaminhou um áudio a imprensa atualizando a situação e os trabalhos das equipes de emergência.

“Estamos com toda nossa equipe fazendo avaliação, apurando os estragos e necessidades de acolhimento das famílias atingidas. A chuva foi muito intensa nessa madrugada, tivemos mais de 105 milímetros nas últimas 12 horas e não há sistema de drenagem que resista isso. O rio já está com pouco mais de 4 metros e 80 centímetros e continua subindo, mesmo que lentamente. Estamos monitorando a todo o momento. Tivemos durante a madrugada famílias que foram removidas para casas de parentes, 60 foram para abrigos. Estamos montando uma operação para retirar idosos de um abrigo aqui no bairro Dehon. Eles vão para o salão paroquial de São Martinho. Temos pontos de inundação muito fortes na cidade. O rio está transbordando em alguns pontos. Todas as nossas equipes estão nas ruas completamente mobilizadas”, relatou Joares Ponticelli, prefeito de Tubarão.      

Vias públicas

Estão completamente bloqueadas pelos alagamentos a rua Sílvio Búrigo (acesso Sul), no Monte Castelo, e a avenida Padre Geraldo Spettmann (acesso principal), no bairro Humaitá. Também estão sem acesso vias do bairro Pantanal (região do São João ME) e Madre, onde a rodovia Aggeu Medeiros está completamente alagada em vários trechos. No interior, há problemas de acesso em vias do Caruru, Sertão dos Mendes e Sertão dos Corrêa.

Saúde

Pelo menos 12 Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão fechadas por conta dos alagamentos, praticamente todas inacessíveis ao público e funcionários. A Policlínica Central e outras unidades irão absorver essa demanda.

Educação

As aulas da rede municipal foram suspensas nesta manhã. A situação mais delicada é na EMEB São Judas Tadeu, que foi alagada e teve danos materiais na parte interna

Trânsito

Com várias ruas alagadas o trânsito no Centro e vários bairros foi afetado. A Guarda Municipal está mobilizada para auxiliar os motoristas, mas a orientação é de, se possível, evitar sair de carro pela cidade nas próximas horas.

Transporte coletivo

Parte da frota do transporte coletivo está inoperante porque não conseguiu deixar as garagens das empresas. Assim, o público vai ter problemas com horários ao longo do dia

Alojamentos

Algumas famílias já foram alojadas na noite de quarta-feira, 30, no salão paroquial do Km 60 e também nos alojamentos do Centro de Treinamento da Epagri, no São Martinho. A prefeitura decidiu pela manhã que toda estrutura para acolhimento das famílias, caso necessário, fique na Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva. A Fundação Municipal de Desenvolvimento Social estará à frente desse trabalho junto com a Defesa Civil.

Bombeamento da macrodrenagem

As duas bombas do sistema de macrodrenagem na margem esquerda estão em operação desde o início da noite de quarta-feira. Nesta quinta-feira o motor da estação elevatória da rua Lauro Müller, na margem direita, também foi acionado, mas teve problemas por volta das 5h. Os reparos já foram providenciados.    

Emergência

Qualquer emergência deve ser notificada à Defesa Civil, através do telefone 199, ou ao Corpo de Bombeiros no 193