Geral Verde Sul Souza: conheça a empresa de reflorestamento de Turvo, que conquistou o Brasil

Verde Sul Souza: conheça a empresa de reflorestamento de Turvo, que conquistou o Brasil

17/01/2024 - 09h02

Em entrevista à Rádio Araranguá, no programa A Força do Campo, com Alaor Alexandre, Vilmar Angeloni de Souza, representando a renomada empresa de reflorestamento Verde Sul Souza, da cidade de Turvo, compartilhou a inspiradora trajetória da empresa e os marcos significativos que a moldaram ao longo dos anos.

Oficialmente estabelecida em 1991 como uma sociedade na cidade de Turvo, a Verde Sul Souza teve sua origem em uma visão visionária do pai de Vilmar. Na época, a oportunidade de trabalhar com reflorestamento foi identificada, marcando o início de uma jornada familiar no setor. “Da sociedade migramos para uma área própria, onde estamos instalados até hoje. Na época, meu pai viu uma oportunidade de trabalhar com o reflorestamento e decidiu iniciar”, destacou.

O início da produção foi profundamente familiar, mas ao longo do tempo, a empresa expandiu suas operações de maneira gradual. Atualmente, conta com funcionários que acompanham a jornada desde o começo. A especialização em mudas de pinus e eucaliptos solidificou a posição da empresa no mercado. “Nosso começo foi com uma produção bastante familiar. Com o passar do tempo, a empresa foi expandindo e evoluindo. Temos funcionários que estão desde o começo conosco”.

Inovação que revolucionou o setor

A guinada veio quando a empresa decidiu mudar de estratégia e inovar. “Nossa grande virada de chave, foi quando abandonamos a tecnologia do laminado, nossa primeira forma de produzir. Com isso, começamos com os tubetes plásticos, foi uma revolução a nível de Brasil. A empresa está sempre buscando novidades”.

Atualmente, a empresa atende uma extensa área geográfica, estendendo-se do Rio Grande do Sul até Minas Gerais, abrangendo todo o país. Seu portfólio de clientes inclui grandes empresas do setor, atendendo a diversos segmentos que trabalham com madeira. “Cortamos todo o país, atendendo grandes empresas do setor. São diversos seguimentos que trabalham com a madeira. Vemos um claro aumento de plantio florestal. Tudo que é possível eliminar o plástico, as empresas estão fazendo”.

Próximos passos

No último ano, a empresa deu início a um ciclo transformador em seus processos produtivos internos, adotando a automação em alguns processos e implementando novos métodos de produção. Além disso, está prestes a finalizar um contrato para abrir uma segunda unidade na região, visando um aumento expressivo de cerca de 30% na produção. O próximo ponto de expansão está previsto para o município de Timbé do Sul. “Passamos a automatizar alguns processos, implantar novos meios de produção. A tendência é que a gente aumente em 30% nossa produção”.

A Verde Sul Souza, com sua história de inovação e compromisso com a sustentabilidade, continua a ser uma força motriz no setor de reflorestamento, destacando-se como um exemplo de crescimento no cenário nacional.