Geral Ação em família: projeto Mãos à Obra aborda a conscientização sobre o trabalho infantil na sociedade

Ação em família: projeto Mãos à Obra aborda a conscientização sobre o trabalho infantil na sociedade

15/06/2023 - 15h52

A unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), de Araranguá, está realizando um projeto social chamado “Mãos à Obras” junto a crianças e seus familiares. A ação oferece a essas famílias, a conscientização sobre o trabalho infantil na sociedade. Além disso, dentro do projeto, acontece a atividade “Pintando a Praça”, prática que proporciona a convivência familiar, comunitária e ainda oferece premiação às famílias.

Em entrevista à Rádio Araranguá, no programa Estúdio 95, apresentado por Lucas Casagrande, o coordenador do Cras de Araranguá, Joelcio Anastácio, falou mais sobre o projeto. “O projeto é uma ação estratégica de combate ao trabalho infantil, que está sendo desenvolvido com as crianças que participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do Cras de Araranguá e seus familiares, que são famílias acompanhadas pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF)”.

O coordenador ressalta que a ação busca a conscientização sobre o trabalho infantil e ainda fortalecer o vínculo familiar dentro das comunidades. “A ação propõe uma série de atividades voltada ao fortalecimento de vínculos, mas também a conscientização das famílias para essa questão do trabalho infantil. Com isso, estamos desenvolvendo trabalhos sócios educativos junto com essas crianças do Cras”.

Pintando na praça

A unidade teve nessa segunda-feira, 12, a atividade ‘Pintando na Praça’, no calçadão de Araranguá. No local foi disponibilizado o material de pintura como pinceis e tinta para a prática familiar. Além disso, Joelcio acrescenta que o ponto máximo da ação é o concurso, onde o grupo familiar que está sendo acompanhado pelo Cras, desenvolverá uma pintura sobre o tema “O Trabalho infantil como uma expressão social dentro da sociedade”. As artes passarão por uma avaliação, onde as três mais pontuadas, serão premiadas.

“A premiação para o primeiro lugar será um notebook e para o segundo e terceiro lugar, um tablet. Acreditamos que essa atividade realizada em família, vai proporcionar convivência familiar e comunitária. Com isso, conseguimos trabalhar a questão do trabalho infantil e também promover a integração social junto à família e a comunidade”, ressaltou Joelcio.

Trabalho infantil

Ainda falando sobre o trabalho infantil, o coordenador destacou os principais problemas encontrados na cidade. “São três os principais problemas que acompanhamos em relação ao trabalho infantil na cidade: a mendicância, o trabalho na agricultura e a coleta de recicláveis. Desses, o que traz mais inquietude à sociedade é a mendicância. Temos muitas dessas situações em Araranguá e é muito difícil de resolver”.

Acompanhe a entrevista completa na íntegra: