Segurança Aluguel de casas na temporada: não caia em golpes

Aluguel de casas na temporada: não caia em golpes

10/01/2023 - 07h25

Durante a temporada, muitas famílias buscam o aluguel de casas nas praias para passar as férias ou uma fração delas. Com o mercado aquecido, muitos imóveis são colocados a disposição e infelizmente muitos golpes acabam sendo aplicados. O presidente do Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), Fernando Willrich trouxe dicas para não cair em golpes e orientou a sempre utilizar o serviço do corretor de imóveis.

“A gente tem sempre o cuidado de orientar a população em geral a sempre fazer negócios imobiliários com profissionais corretores de imóveis, porque é uma forma de você ter certeza de que está fazendo um negócios com um profissional habilitado e com segurança jurídica”, afirmou Willrich. Ele ainda alertou que todos os anos golpes são aplicados e aquelas férias tão sonhadas na praia, acabam virando um pesadelo. “Levando em consideração que o nosso litoral é muito procurado para o turismo, as pessoas caem em golpes de falsos corretores de imóveis, de imóveis que não existem”, disse.

O presidente do conselho ainda orientou que normalmente esses golpes envolvem casas muito bonitas para preços muito baixos. “Eles oferecem imóveis que não existem, a grande maioria deles com preços atrativos. Quando o cidadão se interessa, os golpistas pedem pagamento antecipado, o que é algo até natural em alugueis de temporada”, orientou.

Aplicativos aumentam o número de imóveis no mercado

A utilização de plataformas para a locação imóveis é vista com bons olhos pelo presidente do Creci. Para Fernando Willrich, essas plataformas colocam muitos imóveis no mercado. Ele lembrou que a locação direta não é ilegal. “A gente tem que lembrar que esses aplicativos é interessante para o mercado, por que ele fomenta e trás para o mercado esses imóveis para o mercado. Muitos empreendimentos estão sendo construídos e desenvolvidos para este mercado, então esses aplicativos trazem esses imóveis para o mercado imobiliário”, destacou.