Geral Serra da Rocinha vai precisar de um falso túnel e hospital da UNIMED Araranguá compra equipamentos de ponta e será inaugurado no final do ano

Serra da Rocinha vai precisar de um falso túnel e hospital da UNIMED Araranguá compra equipamentos de ponta e será inaugurado no final do ano

31/05/2024 - 10h37

Depois de tantas idas e vindas e prazos que nunca foram cumpridos, a Serra da Rocinha pode passar por mais um problema. Pedras moles, podem fazer com que a obra tenha que ter um túnel no ponto em que os deslizamentos continuam. A informação chega como um balde de água fria, principalmente para quem precisa utilizar diariamente a descida e subida da serra.

Falso túnel

Na verdade, a informação repassada pela deputada federal Geovania de Sá, que a fiscalizadora da obra, não se trata de um túnel que necessite de escavação. Seria um paredão coberto, que serviria de refúgio em meio a possíveis deslizamentos que ocorrem no local, devido a presença de pedras moles.

Em prazo

A informação ainda suscita dúvidas, uma vez que a nova intervenção apontada como solução, não está prevista no orçamento da obra. Assim poderemos passar a uma situação em que não haverá mais prazo para entregar a obra. Não é difícil imaginar, que a obra de um túnel, mesmo falso, vai precisar de um novo projeto, o que demanda tempo. Depois do projeto pronto, será preciso buscar os recursos necessários a execução da obra, que não deverá ser uma obra de baixo custo. Depois de todo esse processo vencido, ainda vem a licitação da obra. Assim, não haveria como prever o tempo necessário para a finalização da obra.

Tomando forma

Aos poucos o deck de contemplação do açude Belinzoni vai tomando forma. Quem passa pelo local já pode observar que a obra está indo para a fase final, com acabamentos, uma vez que o principal já está pronto. Segundo previsão feita no programa Dia a Dia, a obra deverá ser entregue a população até o final de junho, mas, pelo que se pode observar por até ser antecipada.

Espaços

O deck de contemplação do açude Belinzoni, é mais um espaço que a atual administração está colocando à disposição da população. Além de pracinhas, que estão sendo espalhadas pelas comunidades, o centro da cidade também está recebendo cuidados. Recentemente a rótula no encontro das Avenidas Sete de Setembro e Coronel João Fernandes, receberam ornamentos no canteiro central. Já a praça Hercílio Luz, já conta com o coreto pronto, exatamente como ele era antigamente e a pavimentação com paiver colorido está em fase final em breve a população contará com mais um espaço que terá, biblioteca, com sala de cinema, concha acústica para eventos artísticos, espaço para artesãos, três restaurantes e comércios com lanches, além do parque infantil que será totalmente reformado.

Corpus Christi

Com o feriado de Corpus Christi, comunidades católicas foram as ruas para confeccionar os tradicionais tapetes. Desde cedo, famílias enfeitaram o chão das ruas com os temas referentes a data e com os mais diversos materiais. Alguns até parecendo obras de arte. Em Araranguá em várias comunidades o evento foi registrado.

Limpeza

Ontem mesmo, após as cerimonias religiosas, equipes da secretaria de Obras de Araranguá fizeram a limpeza dos locais onde os tapetes foram confeccionados.

Fios e árvores

Moradores da vila São José alertam para a necessidade de a Celesc fazer a poda de frondosas árvores que ameaçam a rede de alta tensão. Segundo os moradores, o problema é na beira rio, logo após o atracadouro da escuna capitão dos Mares. A CELESC já esteve no local a aproximadamente 30 dias, mas não terminou o trabalho de poda. Ainda segundo os moradores, durante os dias de vento a situação apresenta maior risco. Somente a CELESC pode executar o serviço, uma vez que se trata de energia de alta tensão. Nestes casos nem a secretaria de Obras, nem os bombeiros podem executar o serviço.