Geral Araranguá vive mais uma enchente, vários municípios de nossa região atingidos e Araranguá/Meleiro interditada

Araranguá vive mais uma enchente, vários municípios de nossa região atingidos e Araranguá/Meleiro interditada

13/05/2024 - 10h19

Enquanto nossa região arrecadava donativos para enviar para nossos irmãos no vizinho Estado do Rio Grane do Sul, passamos a também precisar de ajuda. Claro que a tragédia no Rio Grande do Sul é sem precedentes, e o que passou a acontecer aqui a partir da última sexta-feira, não é, nem de longe, parecido, mas passamos a ter problemas.

Cheias

Os rios que deságuam no rio Araranguá em nossa região começaram a encher e, por consequência, populações ribeirinhas em várias cidades passaram a ter problemas. Em toda a região, cidades passaram a ter comunidades isoladas, pontes com cabeceiras arrancadas e desabrigados.

Araranguá

Em Araranguá, na tarde de ontem, a régua do rio alcançou a marca de 2 metros e meio acima no nível normal e saiu do leito na Ruy Barbosa, a beira rio, invadindo a pista de rolamento interditando a rua. O alagamento também provocou a interdição na baixada da Avenida XV de Novembro, que também foi inundada. No bairro Baixadinha a água já estava na porta de algumas residências e nas proximidades do casarão a beira rio, a água também tomou conta da rua que foi interditada.

Transbordou

O açude Belinzoni trasbordou e a água passou por debaixo do deck de contemplação, que ainda está em construção e a água atravessava a rua, mas permitia a passagem de veículos.

Comporta

Na tarde de ontem, a comporta do bairro Barranca, que foi fechada ainda na madrugada de domingo, por volta das quatro horas, estava vazando água pelos cantos e a lâmina de água estava a centímetros de passar pela parte de cima. Moradores do bairro Barranca acompanhavam a situação a todo o instante.

Alagamentos

Em vários pontos da cidade houve registro de alagamentos, como nos bairros Santa Catarina e Operária. A secretaria de Obras trabalhou no final de semana tentando desobstruir saídas para as águas da chuva que acumularam e no bairro Santa Catarina foi necessário rasgar a estrada para baixar as águas que estavam entrando nas residências.

Prontidão

Ainda na manhã de ontem a Defesa Civil de Araranguá deixou o ginásio de esportes Padre Ézio Julli em estado de prontidão. A medida foi acertada, uma vez que na noite de ontem três famílias foram levadas para o ginásio porque tiveram suas casas invadidas pelas águas.

Atualizando

Na manhã de hoje cerca de 15 famílias estavam abrigadas no ginásio, vindas do bairro Barranca. Por volta das 5 horas da manhã de hoje a régua apontava para 2,60 mts acima do nível normal do Rio Araranguá. Por volta das 10 horas da manhã de hoje o nível se mantinha, o que pode significar que o pior já passou. Mas como ainda existe previsão de chuvas para os próximos dias, o alerta continua.

Atendimento

Quanto as 15 famílias abrigadas no ginásio Padre Ézio Julli, a prefeitura de Araranguá destinou equipes das secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social para fazerem o atendimento. Na manhã de hoje todos receberam café da manhã e o almoço também já está providenciado. Ainda em relação ao almoço, a opção foi por marmitas que serão compradas pela administração municipal, até para otimizar o atendimento as famílias.

Sem aulas

Ainda ontem a secretaria de Educação de Araranguá cancelou as aulas nas escolas, de Itoupaba e Costa da Lagoa e no Pré Escolar Sonho Infantil. Problemas de acesso às escolas motivaram o cancelamento. Nas demais escolas da rede municipal, aulas normais hoje.

Maracajá

Em Maracajá, o prefeito Aníbal Brambilla suspendeu os dois shows que aconteceriam a noite no encerramento das festividades de aniversário do município. Ruas alagadas e alerta na Defesa Civil levaram a suspensão das comemorações.

Meleiro

Em Meleiro, comunidades ficaram isoladas e as aulas na escola prefeito Luiz de Pelegrini foram suspensas, devido a cheias. Nas demais escolas, aulas normais. Meleiro também teve os principais acessos para as comunidades de Barra do Cedro, Jacaré, Boca do Pique, Tranqueiras e Pique do Meio, comprometidos. A SC-447, que liga Meleiro a Araranguá, também ficou interditada porque havia considerável lâmina de água sobre a pista já na tarde de ontem.

Passo de Torres

Em Passo de Torres em função do elevado índice de chuvas previsto pela Defesa Civil de Santa Catarina, as aulas na rede municipal foram suspensas hoje. O município também teve alagamentos e desabrigados.

Praia Grande

Praia Grande, também voltou a ter problemas com as cheias do Rio Mampituba. As aulas na rede municipal foram suspensas, devido a vários problemas de alagamentos e interdição de estradas. A ponte sobre o rio Pavão, teve a cabeceira arrancada pela força das águas.

Jacinto Machado

Em Jacinto Machado houve registro de alagamentos nas localidades de Cotovelo, Araçá, Figueira, Bela Vista, Engenho Velho, Serra da Pedra, Água Branca, Pinheirinhos. Segundo a defesa civil, na tarde de ontem havia uma pessoa desabrigada e duas famílias desalojadas. O Rio da Pedra se mantinha acima do nível normal e a Defesa Civil continua fazendo o monitoramento. A rodovia municipal dos Pinheirinhos com alagamentos em pelo menos quatro pontos, sem acesso a automóveis próximo ao Pinheirinho Baixo.

Arroio do Silva

No Balneário Arroio do Silva as ruas centrais ficaram totalmente alagadas, bem como a Avenida Santa Catarina. Nos bairros, várias ruas também ficaram intransitáveis. A zona norte do município ficou sem energia elétrica, devido à queda de um poste de energia nas proximidades da plataforma.