Política ALESC encerra com sucesso sessões itinerantes em Criciúma, pedido de informações causa desconforto na câmara de Araranguá e projeto da barra foi aprovado em Brasília

ALESC encerra com sucesso sessões itinerantes em Criciúma, pedido de informações causa desconforto na câmara de Araranguá e projeto da barra foi aprovado em Brasília

04/07/2024 - 11h13

Deputados e entidades avaliaram positivamente os dois dias em que a Assembleia Legislativa esteve em Criciúma com reuniões de comissões e duas sessões ordinárias. Ontem, o deputado Tiago Zilli disse que todos os assuntos tratados durante os dois dias foram de suma importância para que o parlamento, principalmente deputados de outras regiões, conhecessem nossa realidade. O deputado Pepe Colaço, além de avaliar positivamente os dois dias ainda teve um projeto de sua autoria aprovado no primeiro dia de trabalho. Já o deputado Rodrigo Minotto, entende que a casa terá que manter as sessões itinerantes, devido ao forte apelo do interior em receber os deputados.

Vai acontecer

Na tarde de ontem, durante a sessão, o presidente Mauro de Nadal, afirmou que o próximo presidente da casa deverá manter as sessões itinerantes. Segundo o presidente, não haverá como recuar da ideia de estar no interior com todo o staff da ALESC, para ouvir os anseios da população.

Na comissão

Um dos temos tratados na manhã de ontem em Criciúma foi a preservação ambiental, o monitoramento da vida marinha e a agroecologia. Os assuntos foram tratados na comissão de Turismo e Meio Ambiente. Os deputados integrantes da comissão ouviram os anseios dos representantes do Sul, que apontaram vários problemas e possíveis soluções.

Pedido

O deputado José Milton Scheffer atendeu pedido de populares de Ermo, solicitando a instalação de um ‘Guard Rail’ no trecho entre os KM 07–08, que abrange o Município de Ermo até a BR-101. Segundo o depoimento dos moradores, no local vários acidentes com vítimas. 

Aprovado

O presidente da ALESC, deputado Mauro de Nadal, colocou em votação no início da tarde de ontem a PEC 6/2024, que reserva para obras e ações pelo menos 25% dos recursos economizados e devolvidos pelo Parlamento para o Poder Executivo. A proposta do próprio presidente foi aprovada em dois turnos. O presidente abriu a sessão, procedeu a votação, que foi nominal, fechou a sessão e depois abriu a segunda sessão, onde o resultado da votação foi confirmado.

Inaugurações

O dia hoje será de inaugurações no Balneário Arroio do Silva. Segundo o cronograma, às 16h serão inauguradas as passarelas de acesso ao mar. Às 17h acontece a inauguração do complexo Esportivo Apolônia Favarin Scarsanella, que a Praça construída pela administração municipal no Jardim Atlântico. O roteiro termina as 18 horas com a inauguração do Ginásio Municipal de Esportes Francisco Leonardelli; o popular Paulista.

 Pedido de informação

O líder do governo municipal na câmara de vereadores de Araranguá, Diego Pires foi à tribuna ontem para reclamar com o presidente Márcio Tubinho um pedido de informações de sua autoria. Diego Pires não gostou do pedido de informações feito pelo presidente, sobre um fomento em que houve a contratação do zelador do cemitério da Sanga da Toca. Ainda segundo o vereador o pedido seria votado na sessão de ontem, mas não constava na pauta. Diego disse que não existe nada em relação a atrasos de pagamentos e mostrou a prestação de contas com todos os repasses em dia.

Contestou

Em à parte, o presidente Tubinho afirmou que o pedido de informações não deu entrada na casa e que por isso não entrou em votação. Mas deixou caro que foi o próprio zelador quem o procurou para reclamar sobre o atraso em seu salário. Diego afirmou não ser verdade sobre atrasos e que os salários estariam em dia. Tubinho afirmou que o salário foi colocado em dia há três dias, antes que seu pedido de informações tramitasse na casa, por isso preferiu não levar a diante.

Desacatou

Ainda na tribuna, depois de uma forte discussão entre ambos, Diego Pires desacatou o presidente ao afirmar que: “Se o senhor não consegue respostas da administração a um pedido de informações sobre um zelador de cemitério, renuncie a seu mandato”. O presidente preferiu dar sequência a sessão sem responder a provocação do líder do governo.

Abertura da barra

O vereador Pedro Paulo de Souza, o Paulinho, replicou na câmara ontem, o que ouviu no passo municipal sobre a obra de abertura e fixação da barra do Rio Araranguá. Segundo o vereador, o ministro do desenvolvimento regional Valdez Goes, repassou a prefeitura a informação de que o projeto da barra já, que havia sido protocolado, agora já está aprovado, e que existe de parte do governo o aceno positivo para a realização da obra. Ainda segundo a informação repassada pelo ministro, a obra teria que constar no orçamento da união para o ano que vem, seguindo todo o trâmite burocrático, principalmente em se tratando de uma obra de grande porte e custo, como é a abertura e fixação da barra do Rio Araranguá.

Abertura

Segundo o vereador, a abertura para que o prefeito Cesar pudesse chegar ao ministro do desenvolvimento regional Valdez Goes, foi possível devido a intervenção de Airton Oliveira, o Barão, que intercedeu junto ao deputado estadual Rodrigo Minoto, ambos do PDT, mesmo partido do ministro.

Retificou

Na manhã de hoje, o chefe de gabinete da prefeitura de Araranguá Sandrinho Ramos, retificou a informação do vereador no que diz respeito a audiência que aconteceu em Brasília. Sadrinho esclareceu que a audiência com o ministro foi marcada pelo gabinete do deputado Chiodini. Através do gabinete do deputado Chiodini.

Bem encaminhada

Na verdade, a abertura do governo federal para a realização da obra, não significa que ela vá começar amanhã. Ainda existe uma tramitação dentro do próprio ministério e a previsão no orçamento, além de alocar os recursos necessários para que a obra esteja tecnicamente em condições de ser licitada no ano que vem. Mas já é uma excelente notícia para nossa região, tínhamos o não, agora temos um sim, e uma excelente perspectiva.