Política Ex-vereador culpa Turfa pelo assoreamento da Lagos do Caverá, Gaivota enfrenta problemas para encaminhar gaúchos e amanhã é o dia D de vacinação

Ex-vereador culpa Turfa pelo assoreamento da Lagos do Caverá, Gaivota enfrenta problemas para encaminhar gaúchos e amanhã é o dia D de vacinação

07/06/2024 - 10h30

O final de semana será de vacinação em todos os municípios de nossa região. A vacina contra a poliomielite, paralisia infantil, já está à disposição em todos os postos de saúde em Araranguá. Mas amanhã, sábado, é o dia D de vacinação, quando todos os postos estarão abertos para vacinar as crianças em sua faixa etária até quatro anos de idade. A vacina contra a paralisia infantil é importante para a saúde de seus filhos ou crianças que estiverem sob sua responsabilidade. Ela evita que no futuro, a criança possa ficar paraplégica. Para evitar, basta vacinar.

A Turfa

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Araranguá Airton Oliveira, o Barão, afirmou com todas as letras na manhã de hoje em entrevista à Rádio Araranguá, que a Turfa é a culpada pela secagem da Lagoa dos Caverá. Barão disse que as bombas, que são utilizadas pela empresa para secar a turfa, jogam a água na lagoa com muitas impurezas e que isso está assoreando a lagoa há anos.

Ofereceu denúncia

Airton Oliveira lembrou que durante seu mandato como vereador, em 1991, apresentou denúncia ao ministério público em relação ao assunto. Segundo ele, nenhum providência foi tomada e o processo, estranhamente não caminhou no fórum local. Ainda na época, houve outro processo de sua autoria, em que as carboníferas de Criciúma sofreram processo devido à poluição da água do carvão jogada no Rio Araranguá. 

Aliado

Voltando a cena ao discutir novamente a situação, o ex-vereador, disse entender que a câmara deve se posicionar e provocar o Ministério Público a lacrar as bombas da Turfa. Na sua visão, seria a forma de trazer a empresa para a mesa de negociação para tomar medidas que possam salvar a Lagoa do Caverá.

Recebendo gaúchos

O prefeito de Balneário Gaivota, Everaldo dos Santos, disse na manhã de hoje durante entrevista à Rádio Araranguá, que seu município está recebendo algo em torno de 300 famílias vindas do Rio Grande Sul. Segundo o prefeito, um expressivo percentual de atuais moradores de seu município são gaúchos, o que justifica a procura. O problema é acomodar todas essas pessoas na rede municipal de ensino e de saúde, sem contar as residências para alugar, que o município só tem na baixa temporada. Kekinha também reclamou da falta de apoio do governo, que joga a responsabilidade para os municípios, sem contrapartida.