Política MS concede alta complexidade em ortopedia ao HRA e Bariátrica ao Dom Joaquim e empresários do setor de transportes de cargas reclamam dos furtos

MS concede alta complexidade em ortopedia ao HRA e Bariátrica ao Dom Joaquim e empresários do setor de transportes de cargas reclamam dos furtos

21/03/2024 - 11h02

O hospital Regional de Araranguá e o Dom Joaquim de Sombrio, receberam ontem uma excelente informação. O Ministério da Saúde publicou portaria onde concede alta complexidade em ortopedia para o hospital Regional de Araranguá e também bariátrica para o Dom Joaquim. Andreza Ribeiro, Coordenadora regional de Saúde, comemorou a portaria do Ministério da Saúde, que dá sequência a portaria do Estado que já havia antecipado a alta complexidade em ortopedia para o Regional.

Pioneiro

Na verdade, o Estado de Santa Catarina foi pioneiro na gestão em saúde ao criar a concessão de alta complexidade estadual, com recursos próprios. Segundo Andreza Ribeiro, o Ministério da Saúde está chamando de “Catarina”, o modelo, que poderá ser estendido para todo o país.

O que mudou

Como o Estado concedeu a alta complexidade, também bancava os custos, para fazer andar a fila de espera de cirurgias de alta complexidade em ortopedia, mas era por tempo determinado. Agora, com a portaria do Ministério da Saúde, a alta complexidade, tanto no Regional, quanto no Dom Joaquim, passa a ser bancada pelo governo federal, sem prazo de vigência.

Insegurança

Empresários do setor de transportes de cargas e prestadores de serviço, pediram socorro na manhã de hoje em entrevista concedida à rádio Araranguá. Os empresários, Rodrigo Alves, Jair Ferraz e Claudio Prudêncio, representaram outros empresários, que estão cansados dos constantes furtos em seus estabelecimentos e caminhões. Somente num dos furtos registrados na madrugada da última terça-feira, foram levados pneus, ferramentas, módulos de caminhões e até o dinheiro que seria para o pagamento da folha de uma das empresas.

Apelo

Os empresários fizeram um apelo as autoridades policiais e políticas do município, para que providências sejam tomadas na defesa de seus patrimônios. “Nós pagamos impostos e não temos segurança, nem investigação, pois não temos respostas”, reclamou o conhecido Jair Ferraz, o conhecido Jair Bala. “No furto em minha empresa, também não obtive qualquer resultado em termos de investigação, a não ser que já sabem quem foi, sabem onde mora, mas não podem fazer nada”, desabafou indignado Claudio Prudêncio, o conhecido Tuca Maia. “Tem empresário querendo fechar as portas, ou ir embora da cidade, devido à falta de segurança, estamos apenas esperando para ver quem será a próxima vítima”, afirmou Rodrigo Alves.

Sem divulgação

Os empresários também reclamaram, que muito embora os furtos tenham sido registrados, nada tem sido divulgado pela imprensa, o que pode dar uma falsa sensação de segurança, o que não corresponde à realidade. Na verdade, a imprensa repassa o que a polícia também nos repassa. E realmente estes casos não têm sido repassados a nós da rádio Araranguá como informação a ser repassada aos nossos ouvintes. Se existe omissão, não é de nossa parte.

Buraco

Um problema de vazamento em uma adutora do SAMAE na Avenida Engenheiro Mesquita, logo após a ponte Giacomo Mazzuco, na entrada de Araranguá, causou transtorno na manhã de ontem. No local, o asfalto cedeu e um caminhão que passava no local, acabou ficando preso a um enorme buraco que se abriu. A secretaria de obras e o departamento de trânsito foram acionados e o problema foi resolvido ainda no final da manhã de ontem. No local, ainda não foi colocado o asfalto, o que é necessário para que o aterro que foi colocado possa sedimentar. 

Visitas

O Prefeito de Araranguá, Cesar Cesa, recebeu a visita da nova diretoria da UAMA (União das Associações de Moradores de Araranguá), liderada pelo presidente Eduardo Chico Merêncio. A nova diretoria se apresentou ao prefeito e se colocou a disposição para discutir novos investimentos nos bairros de nossa cidade. A nova diretoria da UAMA também visitou o poder legislativo, onde foram recebidos pelo presidente da casa Márcio Tubinho.

Parcela

A prefeitura de Araranguá vai pagar entre hoje e amanhã, a primeira parcela do decido terceiro salário aos servidores públicos. Segundo dados da Secretaria de Finanças a liberação beneficiará 950 servidores municipais, mais os 267 funcionários contratados via CIS AMESC. Claro que o dinheiro vai circular no comercio local.

Aprovado

A câmara de vereadores de Araranguá provou na sessão de ontem o substitutivo ao projeto de lei complementar 011. O substitutivo dispõe sobre a implantação de condomínios no município.

Outra aprovação

Os vereadores também aprovaram o substitutivo ao projeto de lei complementar 010, que revisa a criação, delimitação e denominação de bairros, distrito e localidades. Nos dois casos, como houve ampla explanação pelo poder executivo sobre as duas situações, as aprovações foram sem qualquer discussão.

Drone

De autoria do vereador Samuca, também foi aprovado o anteprojeto em que ele sugere ao poder executivo que utilize drones para nas ações de combate ao mosquito da dengue, Zica, chicungunha e febre amarela. O vereador sustentou sua proposta ao afirmar que drones modernos podem ser utilizados pelo município para espalhar produtos que possam ajudar no controle de possíveis focos do mosquito.

Patrimônio

Já o vereador Evandro da Silva Santana, aprovou projeto de lei ordinária, onde declara patrimônio artístico e cultural do município de Araranguá o farol do Morro dos Conventos.