Política Secretária nega perseguição política na Educação de Araranguá. Ermo e Meleiro, recebem licenças ambientais para novas obras

Secretária nega perseguição política na Educação de Araranguá. Ermo e Meleiro, recebem licenças ambientais para novas obras

16/02/2024 - 10h38

Sem perseguição

A secretária de Educação de Araranguá, Mariluci Bilck, afirmou na manhã de hoje, que não existe perseguição política em sua pasta. Disse que nem sabia de que partido eram as professoras que foram remanejadas. A transferência de professoras na rede municipal de ensino, se deu, segundo a secretária, devido ao baixo índice do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), mesmo após muitos investimentos na Educação do município.

Estrutura

Mariluci, disse que nos três primeiros anos, a preocupação foi dar total estrutura ao setor de ensino, para que o índice melhorasse, o que não aconteceu. Ao contrário do que se apregoa, “perseguição política”, as professoras são qualificadas e por isso mesmo, foram escolhidas para melhorar o índice em outras escolas. Disse que algumas professoras até agradeceram as mudanças, por se tratar de um novo desafio “sair da zona de conforto”, afiançou.

Ações

A secretária também afirmou que outras ações deverão ser implementadas, chamando professores, alunos e pais para um processo de mudança comportamental na educação. “Não podemos fazer de conta que estamos ensinando, se os alunos não estão aprendendo”, afirmou. Alertou ainda que os professores passarão por capacitações, inclusive com palestras e orientações de professores da cidade de Sobral, que tem o maior Ideb de todo o Brasil.

Identificou

Um dos problemas identificados pela secretaria, é que muito embora todo o aparato tecnológico, existiam professoras que não sabiam operar. Com isso, não abasteciam o sistema com informações.

Legalidade

Sobre a legalidade, o assessor jurídico da secretaria de educação Dr. Aldrin Luciano, disse que alguns recursos já foram negados pela justiça, por se tratar de prerrogativa da pasta. “Não há nada ilegal em transferir professores na rede municipal de ensino, uma vez que todos são lotados na secretaria e não nas escolas”.

Rever

A secretaria Mariluci Bilck, ainda deixou claro a intenção de melhorar a qualidade de ensino e que depois de todas as medidas que serão adotadas, além das transferências, haverá uma nova avaliação. “Se não der certo, vamos rever e tomar outras medidas, sempre buscando a qualidade do ensino. Nossos alunos tem que receber conteúdo, e vamos continuar perseguindo nossa meta”, afirmou.

Reação

A resposta da secretaria de educação veio após as ruidosas manifestações feitas pelos três vereadores do PP na Câmara de Vereadores na última quarta-feira. Os vereadores Marcio Tubinho, Douglas Michels e Diran, rechaçaram as transferências e afirmaram se ratar de “perseguição política”.

Licenças

Dois municípios de nossa região receberam ontem, licenças ambientais do IMA para obras. Meleiro e Ermo foram visitados pelos técnicos do IMA para a entrega das licenças. Em Meleiro a construção da Ponte da Saudade, da Praça da Estação e do Parque das águas. Em Ermo, os técnicos entregaram a licença ambiental para a construção do parque industrial.

Meleiro

O prefeito Éder Matos disse que os projetos para as três obras já estão prontos e que as licenças ambientais vão permitir que a ponte da saudade tenha autorização para ser iniciada. O parque das águas já está 50% pronto segundo o prefeito, que quer investir no Turismo em seu município.

Ermo

O prefeito Paulo Delavechia, disse que em Ermo, o parque industrial ainda vai demandar a busca de recursos para as obras. Mas que já existem industrias interessadas em vir para o município. Um dos principais atrativos as empresas é que o parque industrial de Ermo, ficará a quatro quilômetros da BR 101.