Política Aumento de salário dos vereadores e presidente da Câmara do Arroio repercute na imprensa regional, e UAMA tem nova diretoria

Aumento de salário dos vereadores e presidente da Câmara do Arroio repercute na imprensa regional, e UAMA tem nova diretoria

30/01/2024 - 10h31

O aumento aprovado pelos vereadores do Arroio do Silva para os próprios salários repercute nas redes sociais com a reprovação de eleitores e cidadãos. O considerável aumento, além de obras, onde o presidente pretende continuar gastando o orçamento da câmara, que é de até 5% do orçamento do município, está provocando reações.

Entendimento

Parece que agora está ficando mais claro, porque o atual presidente afirmou que ia “enquadrar a imprensa”. Parece que, quem não concorda com seus métodos, ou apresenta opinião diferente da sua, não merece respeito. Também talvez, enquadrar a imprensa, signifique, calar a boca, sobre fatos que possam não lhes serem favoráveis.

Regional

Aqui na Rádio Araranguá, avisamos lá no início da intenção do presidente, que recém havia assumido, que ele queria aumentar o repasse da prefeitura para a câmara. Na época fomos acusados pelo presidente de produzir fake News. Mas o que foi afirmado aqui restou provado através de documento que ele mesmo assinou e enviou à prefeitura. Também falamos do aumento dos salários dos vereadores, que foi aprovado em sessão ordinária. Aqui, não fomos enquadrados.

O assunto volta

Somente retomamos o assunto, porque o aumento virou comentário no Jornal do Almoço da NSC TV de Criciúma. Certamente o presidente vai querer enquadrar o jornalista Denis Luciano por seu comentário, nada favorável, onde revela quanto cada vereador vai receber, inclusive o presidente. Os vereadores que ganhavam R$ 6 mil, vão passar a receber na próxima legislatura, R$ 8,8 mil, aumento de R$ 2 mil e 800 reais. O presidente, que ganhava R$ 9 mil, passará a ganhar, R$ 13.200, um aumento de R$ 4.200. A pergunta que se faz, é se na iniciativa privada alguém teve um aumento deste naipe. Como é dinheiro público, fica acessível, por se tratar de votar e aumentar os próprios salários. Com já se sabe, com o tempo, as máscaras caem e as verdades aparecem. Outras câmaras, como a de Araranguá, também aumentaram substancialmente os salários. Com a palavra os eleitores que não concordam com este tipo de prática e podem punir através das urnas.

Eleição

A UAMA, União das Associações de Moradores de Araranguá elegeu ontem sua nova diretoria. Em votação que aconteceu na sede da Associação de Moradores do bairro Jardim das Avenidas, Eduardo Merencio, o chico, foi eleito presidente tendo Aloisio Nunes Bertoncini, como vice. Reinaldo Bonfante será o primeiro secretário, Isabel Cristina, a segunda secretária, Lédio Pedro da Rosa, será o primeiro tesoureiro, Assis João Maciel o segundo tesoureiro, Túlio Fernandes o diretor de esportes, Israel dos Santos, diretor de comunicação e Sergio de Luca, diretor de formação e relação comunitária.

Conselho fiscal

O conselho fiscal com seus suplentes ficou composto por, Antônio da Silva Carvalho, Manoel Jorge Magalhães, Antenor Francisco Carvalho, Jose Alberto Macan e José Murialdo Nunes de Souza.

Retorno

Os municípios de nossa região estão preparando o retorno das aulas em suas redes municipais de ensino. Em Araranguá, o retorno das aulas na rede municipal acontecerá no dia 15 de fevereiro, em todas as Unidades de Ensino.

Kits

Ao retornar as aulas os alunos terão novos equipamentos, como, kits de materiais escolares e uniformes. Também foram feitas reformas em várias escolas. A tecnologia não foi esquecida, pois os alunos contam com tabletes e computadores conectados à internet. Na questão segurança, a secretaria de Educação também está instalando muros e medidas de proteção.

Licitação

A prefeitura de Araranguá deverá abrir licitação dividindo a cidade em lotes para que empresas possam atuar diariamente em operações tapa buracos. A informação foi repassada pelo vice-prefeito Cristiano da Silva Costa, o Tano, que entende as reclamações sobre buracos na cidade. Segundo ele, hoje a prefeitura já trabalha com cinco equipes, mas loteamentos com obras malfeitas, demandam muito tempo para resolver, por não se tratar apenas de tapar buracos, mas refazer todo o pluvial e a infraestrutura.